Criminalidade violenta cai 24% em Minas Gerais no primeiro semestre do ano

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Reduções mais expressivas foram entre os roubos consumados e tentados; ações de inteligência e integração das forças de segurança potencializam enfrentamento

Minas Gerais encerrou o primeiro semestre de 2021 com queda de 24,6% nos registros de crimes violentos. Foram 19.367 ocorrências de janeiro a junho deste ano, contra 25.676 no mesmo período do ano passado. Os números representam 6.309 crimes violentos a menos em todo o estado em relação a 2020 e foram divulgados nesta terça-feira (20/7) pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

A redução chega quase à metade se comparados os dados com o primeiro semestre de 2019, período em que Minas registrou 37.375 crimes violentos. Já na comparação com o ano anterior, a queda é ainda mais expressiva: o estado apresentou 50.934 crimes violentos no primeiro semestre de 2018.

A progressiva evolução dos índices é fruto de uma gestão eficiente na segurança pública mineira, por meio de investimentos em ações de inteligência e fortalecimento da integração entre as forças de segurança. Ações conjuntas e coordenadas, como a operação Caminhos de Minas, têm sido realizadas com frequência para fortalecer esse trabalho.

As estatísticas de criminalidade violenta incluem os registros de homicídio consumado e tentado, extorsão mediante sequestro consumado, sequestro e cárcere privado consumado e tentado, estupro consumado e tentado, estupro de vulnerável consumado e tentado, roubo consumado e tentado e extorsão consumado e tentado. Além desses crimes, o Observatório de Segurança Pública, da Sejusp, também monitora e divulga mensalmente os registros de furto e lesão corporal dos 853 municípios mineiros.

Destaques

No primeiro semestre de 2021, as quedas mais expressivas foram entre os roubos consumados e tentados, crimes que apresentam relação mais direta com o contexto de pandemia. As reduções foram de 30,7% nos consumados e 28,5% nos tentados. Entre os alvos dos roubos, destaque para a diminuição de 53,2% dos roubos a transporte coletivo e de 36,2% dos roubos a transeuntes.

Importante indicador da criminalidade e um dos menos afetados pelo contexto de distanciamento social, o número de vítimas de homicídios consumados também apresentou redução no Estado. Foram 1.205 vítimas neste ano contra 1.353 no mesmo período de 2020, uma queda de 10,9%.

O indicador também apresentou significativa redução na capital: em Belo Horizonte a queda chega a 27,1%. Na Região Metropolitana (1ª, 2ª e 3ª Regiões Integradas de Segurança Pública) houve diminuição de 15,5% nas vítimas de homicídios. Considerando todo o Estado, 652 municípios – o equivalente a 76,4% do total – não registraram vítimas desse crime, mantiveram ou reduziram os índices na comparação com o primeiro semestre de 2020.

As estatísticas de criminalidade dos 853 municípios mineiros, atualizadas até junho de 2021, estão disponíveis para consulta neste link.

Fonte: Agência Minas

LEIA TAMBÉM!