Flagrantes: criminosos roubam celulares para realizar transferências

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Diversos casos foram registrados por câmeras de segurança em SP

Crimes de roubo de celulares para realizar transações bancárias têm se tornado cada vez mais comuns em São Paulo (SP). Em um dos casos, o ladrão quebrou o vidro do carro e roubou o telefone de um vereador, no último dia 17, no congestionamento da capital paulista. 

Marlon Luz, do Patriotas, estava dirigindo no trânsito quando um criminoso se aproximou e destruiu o vidro do lado do passageiro, pegando o celular. A câmera instalada no carro registrou o crime, e outra, na via. O assaltante fugiu e em menos de duas horas, foram transferidos R$ 67 mil da conta do parlamentar para criminosos. 

Já em outro flagrante, duas adolescentes são vistas se aproximando de uma garota com uniforme escolar. Elas pediram o celular, porém a vítima negou, dando início a uma briga. Pessoas que passavam pelo local interviram. As assaltantes conseguiram escapar com o telefone roubado. 

Segundo o delegado Roberto Monteiro, de 2019 até junho deste ano, foram mais de 9 mil celulares furtados, roubados ou receptados, apreendidos pela polícia.  

As autoridades aconselham não usar a mesma senha em bancos diferentes, além de apagar fotos de cartões na galeria de imagens dos celulares e, em caso de assalto, comunicar imediatamente o crime para a polícia, a operadora do aparelho telefônico e a instituição bancária.

SBT PRIMEIRO IMPACTO

LEIA TAMBÉM!