Inverno chega forte e Uberlândia registra menor temperatura dos últimos 21 anos

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Temperatura de 4,7⁰ C foi registrada nesta quarta-feira (30/06), pelo Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos da UFU e é explicada por uma passagem de frente fria na região

A cidade de Uberlândia registrou nesta quarta-feira (30/06), às 7h, a menor temperatura dos últimos 21 anos. O registro de 4,7⁰ C foi feito pelo Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos, vinculado ao Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (IG/UFU). A baixa da temperatura ocorreu devido à passagem de uma frente fria associada às massas polares que avançam à região centro-sul do país.

Coordenador do laboratório e docente do IG, Luiz Antonio de Oliveira comenta que este período de passagem de estações do outono para o inverno é marcado pelas baixas temperaturas. No entanto, a variação de temperatura de um ano para o outro depende da intensidade em que a frente fria chega à região. “Se temos uma massa polar subindo com a frente fria perdendo velocidade no caminho, ela chega com uma intensidade baixa na nossa região, sem registrar mínimas mais expressivas na temperatura. Mas, quando a frente chega de forma mais intensa, como é o caso que está ocorrendo em 2021, a temperatura fica ainda mais baixa”, esclarece.

Outro fator lembrado por Oliveira é a velocidade do vento, que pode promover uma sensação maior de frio. O professor explica que, “no caso da nossa região, o que causa uma sensação mais intensa de frio é o vento; quanto maior for a velocidade desse vento, menor será a sensação térmica”.

Ainda de acordo com ele, os próximos dias também serão marcados por temperaturas baixas, Oliveira argumenta que é incomum a sucessão de duas temperaturas tão baixas registradas em um mesmo ano: “A previsão para os próximos dias, portanto, é que se mantenham temperaturas mais amenas, acima dos 10ºC, durante o restante do inverno.”

Fonte: Gabriel Caixeta – PORTAL COMUNICA UFU

LEIA TAMBÉM!