Prefeito de São Simão é preso após mostrar partes íntimas a adolescente

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Francisco de Assis (PSDB) fez videochamada com jovem de 15 anos. Outros 17 crimes foram identificados pelo Ministério Público

O prefeito Francisco de Assis Peixoto (PSDB), de São Simão, cidade a 365 km de Goiânia (GO), foi preso após mostrar as partes íntimas para um adolescente de 15 anos.

O crime foi cometido após Peixoto fazer uma chamada de vídeo com a vítima. O Tribunal Regional Eleitoral goiano ainda não tomou nenhuma decisão sobre o caso. O Ministério Público denunciou Peixoto por importunação sexual a duas pessoas – ao adolescente e um homem de 38 anos -, além da compra e venda de pornografia infantil.

A mãe do adolescente percebeu, em conversas, o teor do conteúdo. Mãe e filho montaram um cerco e flagraram as videochamadas. O prefeito, além do vídeo, pediu que o jovem enviasse fotos pornográficas. Com as provas, o caso foi levado ao Ministério Público.

Outras cinco vítimas procuraram o órgão, que já identificou 17 crimes. No entanto, estes já foram prescritos, mas é possível identificar o modo de agir do prefeito. A defesa pediu um habeas corpus, que não foi concedido. Os advogados também afirmaram que as denúncias são de crimes prescritos e não tem valor jurídico.

O tucano pediu afastamento da prefeitura apresentando um atestado médico afirmando que estava com problemas de saúde. O pedido foi negado pois o documento era de 2015. A expectativa do Ministério Público é que mais vítimas sejam encontradas.

SBT News

LEIA TAMBÉM!