Prisões e apreensão de carros de luxo: Operação “Diamante de vidro” de combate ao crime organizado é realizada em Uberlândia

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Uberlândia/MG deflagraram na manhã desta terça-feira (17/08/2021) operação voltada ao enfrentamento qualificado ao tráfico de drogas, à corrupção, homicídios, extorsões, roubos, receptações, estelionatos, lavagem de dinheiro, dentre outros crimes apurados em mais de 21 inquéritos policiais, cujas investigações conjuntas ocorrem há mais de um ano por meio de uma força tarefa integrada.

A operação foi denominada DIAMANTE DE VIDRO em referência à gênese das investigações, que decorreu da prisão de indivíduos suspeitos de estarem negociando pedras preciosas na cidade de Uberlândia/MG, especificamente diamantes, mas que no decorrer das apurações restou verificado que o material apreendido não se tratava de diamante.

As apurações realizadas em conjunto pela Polícia Civil, Polícia Militar e GAECO regional Uberlândia, lograram êxito em demonstrar a existência de uma estruturada e coordenada organização criminosa, integrada por criminosos de elevada periculosidade, cujos membros já completamente identificados superam 46 pessoas até o momento. Os principais crimes investigados são os de tráfico de drogas, corrupção, homicídios, extorsões, roubos, receptações, estelionatos e lavagem de dinheiro.

Além dos mandados judiciais que estão sendo cumpridos na cidade de Uberlândia/MG, estão sendo cumpridos também nas cidades de São Paulo/SP, Jaíba/MG, Córrego Dantas/MG, Paracatu/MG, Tupaciguara/MG e Araguari/MG. A indisponilidade de bens e de patrimônio dos alvos investigados decretada pelo Poder Judiciário é de até R$ 13 milhões de reais.

LEIA TAMBÉM!