América encerra preparação em Belo Horizonte para encarar o Paysandu em Belém

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Enderson Moreira (dir) orienta João Ricardo durante último treino do América em Belo Horizonte Fonte: Mourão Panda/América

O técnico Enderson Moreira comandou o último treinamento do América no CT Lanna Drumond visando ao duelo contra o Paysandu, nesta sexta-feira, no Mangueirão, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Depois do treino em Belo Horizonte, a delegação alviverde seguiu viagem para Belém. Na tarde desta quinta-feira, o treinador americano ainda comanda uma atividade no Centro Esportivo da Juventude (CEJU), em campo anexo ao estádio do Papão.

Os trabalhos no Lanna Drumond começaram com uma reunião da comissão técnica com o elenco em que o grupo assistiu a vídeos analisando o adversário desta sexta. Na sequência, houve um trabalho físico na academia do clube e treinamentos em campo. O técnico comandou atividades em espaço reduzido, além de jogadas de bola parada e finalizações. Messias, Ruy e Willian estão no Departamento médico e desfalcam o Coelho para a partida.

Para o goleiro João Ricardo, a falta de Messias será compensada pela composição do grupo alviverde. O experiente Lima é o substituto natural do zagueiro titular. “O Messias estava bem entrosado, mas temos peças à altura. O Lima jogou contra o Goiás e foi bem, entende a maneira que jogamos. Ele treinou tranquilo nas últimas semanas. Acho que não tem nenhum problema, ele está preparado e vai dar conta”, comentou o camisa 1 americano.

O Paysandu foi o único clube que conseguiu vencer o América no Independência nesta temporada da Série B. Uma vitória em Belém, além de uma dose de vingança, significa a retomada das vitórias para tentar voltar à liderança da competição. O Coelho está um ponto atrás do Internacional (42 contra 41) e, se bater o Papão, torce para um tropeço do Colorado no clássico estadual contra o Juventude, às 16h30 de sábado, em Caxias do Sul.

“Temos que ter paciência e impor nosso jogo. Se formos lá apenas para nos defender, podemos nos complicar. Temos que ter posse de bola e buscar o contra-ataque. Se jogarmos atacando e pressionando, vamos dificultar muito para a equipe do Paysandu”, indicou João Ricardo.

Superesportes

LEIA TAMBÉM!