Atlético-MG bate Coritiba fora de casa e se recupera no campeonato

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Foto: Site Oficial do Atlético-MG

A expectativa do técnico Rogério Micale e dos jogadores era de reação longe de casa. E o Atlético fez valer o bom retrospecto como visitante, para se recuperar no Campeonato Brasileiro. O Galo venceu o Coritiba por 2 a 0, neste domingo, no Couto Pereira, aliviou a pressão e ganhou novo fôlego na competição. Fábio Santos, de pênalti, e Rafael Moura balançaram as redes. Foi o reencontro com Marcelo Oliveira, demitido em dezembro do ano passado e que assumiu o comando do Coxa, em meio à crise.

Foi a quarta vitória do Atlético como visitante neste Brasileiro, o que corrobora a boa campanha como visitante, ao contrário dos jogos no Independência – a equipe mineira vinha de três derrotas consecutivas perto da torcida no Brasileiro. O Galo, que ganhou a primeira sob o comando de Rogério Micale, chegou aos 23 pontos e se afastou da zona de perigo, deixando o Coritiba em situação delicada, com 19.
A vitória em Curitiba aumentou as perspectivas de Micale e do grupo de engatar uma sequência positiva até o grande objetivo do ano, a partida da volta contra o Jorge Wilstermann, no dia 9 de agosto, pela Copa Libertadores. Antes, o Galo espera melhorar o rendimento no Brasileiro e terá o desafio de encarar o líder, Corinthians, na próxima rodada. O duelo será na próxima quarta-feira, às 21h, no retorno da equipe ao Mineirão. O Coxa, desesperado, terá pela frente o São Paulo, quinta-feira, no Morumbi.
O jogo
Com mudanças, o Atlético tentou surpreender o Coritiba logo no começo. E chegou a balançar as redes de Wilson com Adilson, que completou de cabeça cruzamento de Cazares em cobrança de falta, aos 5min. Entretanto, o árbitro referendou a marcação do bandeira e assinalou impedimento, inexistente. Houve muita reclamação dos alvinegros, mas o lance foi mesmo invalidado.
O Atlético manteve o ímpeto ofensivo e foi premiado com o gol. Fábio Santos lançou Cazares na área e William Matheus tocou a bola com a mão. Pênalti dessa vez marcado de forma acertada. Aos 12min, Fábio Santos cobrou a meia altura, com força, no canto esquerdo, e abriu o placar: 1 a 0.
Em vantagem, o Atlético tratou de buscar os contragolpes, aproveitando a entrada de um velocista, Pablo, que no entanto pouco tocou na bola no primeiro tempo. O Galo ainda teve a chance de ampliar, quando Leo Silva, completando 300 jogos pelo clube, foi empurrado por Luizão na área. Pênalti, que Cazares cobrou e facilitou a defesa de Wilson, no canto esquerdo.
Empurrado pela torcida, o Coritiba cresceu depois do pênalti perdido. Henrique Almeida recebeu passe na área e chutou para defesa firme de Victor. Rildo, bem aberto pela esquerda e posicionado nas costas de Marcos Rocha, deu muito trabalho. Tanto que o lateral-direito praticamente não subiu ao ataque. O Coxa ainda cobrou da arbitragem um pênalti não marcado em Rildo. Melhor para o Galo nos primeiros 45min.
He-Man reencontra as redes
No segundo tempo, o Galo voltou com Elias no lugar de Adilson. E quase ampliou logo no início, mas Rafael Moura desperdiçou chance incrível depois de boa jogada de Gustavo Blanco, pela direita. O Coritiba tinha o domínio, até mesmo porque buscava o empate. E explorava as jogadas pelos lados do campo, só que sem sucesso nos cruzamentos. E quando conseguiu êxito, falhou na conclusão, como em lance com o jovem Yan Sasse.
Rogério Micale trocou Gustavo Blanco, que levou pancada no nariz, por Yago. O Coritiba pressionava, e o Atlético precisava de sangue novo na marcação. Em lance rápido pela direita, Marcos Rocha apareceu na linha de fundo e cruzou. A bola chegou até Rafael Moura, que se redimiu do erro anterior e emendou para as redes, aos 27min, tirando o Galo do sufoco: 2 a 0. O Coxa foi para o desespero, mas pecava nas finalizações. Luan substituiu Pablo, na última mexida do time mineiro, que teve tranquilidade para segurar o resultado e comemorar a importante vitória.
Superesportes

LEIA TAMBÉM!