Esportes

Brasil conquista ouro e bronze em etapa disputada no Peru

Enviado por: Redação V9 06/03/2017

O Brasil conquistou duas importantes medalhas na etapa peruana do Circuito Sul-Americano 2017, em Ancón, no Peru. Lili e Josi (ES/SC) ficaram com o ouro, enquanto Oscar/Hevaldo (RJ/CE) levaram o bronze na disputa da segunda parada. O país se mantém na liderança isolada do naipe feminino, e divide a liderança do naipe masculino com o Chile.

Lili e Josi conquistaram o título em Ancón ao superarem as paraguaias Erika e Michelle com rápido 2 sets a 0 (21/9, 21/14). A medalha de bronze ficou com as chilenas Rivas e Mardones, que superaram as equatorianas Mishelle e Vilela por 2 sets a 0.

Horas antes, pela semifinal, Lili e Josi tinham vencido justamente as chilenas Rivas e Mardones por 2 sets a 0 (21/10, 21/15), se garantindo na decisão.Como havia vencido a primeira etapa, com Ana Patrícia e Rebecca, o Brasil segue isolado na liderança do ranking feminino, com 400 pontos, seguido pelo Paraguai, que soma 340.

No naipe masculino, Oscar e Hevaldo acabaram superados na primeira partida do dia, pela semifinal. Eles foram derrotados apenas no set de desempate, em jogo equilibrado contra os argentinos Azaad e Capogrosso: 2 sets a 1 (21/14, 18/21, 15/12).

Na disputa da medalha de bronze, os brasileiros se recuperaram e garantiram um lugar ao pódio ao vencerem os uruguaios Vieyto e Cairus por 2 sets a 1 (21/18, 17/21, 15/9). O primeiro lugar ficou com os argentinos que haviam eliminado o Brasil, vencendo os chilenos Marco e Esteban Grimalt por 2 sets a 1.

O terceiro lugar deixa o Brasil empatado em pontos com o Chile – ambos com 360 – na liderança do ranking masculino da temporada. O ranking do Circuito Sul-Americano é feito apenas para os países, contando a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada parada. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, reduzindo 20 pontos em cada posição seguinte.

A temporada 2017 será composta por seis paradas regulares e uma etapa final, que vale mais pontos. Os critérios usados pela CBV na convocação são a posição do ranking de entradas do Circuito Brasileiro (a dupla inscrita com melhor colocação) e uma dupla Sub-23 escolhida pela entidade com base em critérios técnicos.

BRASIL NO CIRCUITO SUL-AMERICANO 2017

1ª Etapa -Coquimbo (CHI)
Ana Patrícia/Rebecca – ouro
Jô/Vitor Felipe – ouro
Tainá/Victoria – prata
Arthur Lanci/George – bronze

2ª Etapa -Ancon (PER)
Lili/Josi – ouro
Oscar/Hevaldo – bronze

CBV

Comentários...