Esportes

Campeonato Amador: Tocantins vence Voluntários e jogará final; partida entre Tabajara e Luizote é suspensa

Enviado por: Augusto Ikeda 20/11/2017

No último domingo, 19, aconteceram as partidas de volta do Campeonato Amador 2017. A equipe do Tocantins se classificou para a final após vencer o Voluntários pelo placar de 2 a 1. Já o jogo entre Tabajara e Luizote foi suspenso, após uma confusão generalizada que precisou da intervenção da Polícia Militar (PM).

Tocantins derrota o Voluntários e se classifica

A primeira partida do dia foi entre as equipes do Tocantins e Voluntários. Como o jogo de ida terminou empatado em zero a zero, bastava uma simples vitória para que qualquer um dos times se classificasse para a final do Amador.

O Tocantins criou as melhores chances do primeiro tempo e chegou a marcar um gol, mas que acabou sendo anulado por impedimento. O placar só foi inaugurado no segundo tempo, após o atacante Queijinho marcar próximo da pequena área, sem qualquer tipo de marcação.

A equipe do Voluntários não demorou em reagir e logo marcou com Indinho, que chutou de fora da área e contou com um desvio para enganar o goleiro, empatando a partida. O Tocantins não se abateu e voltou à frente do placar com um belo chute de Carlinhos Tatu, que acertou o ângulo.

O Tocantins ainda teve um pênalti ao seu favor, mas o atacante Neto Caixeta desperdiçou a cobrança, chutando pra fora. Mas não foi o suficiente para estragar a festa de sua equipe: vitória por 2 a 1 e vaga garantida para a final do Campeonato Amador.

Confusão no final de Tabajara e Luizote suspende a partida

Tabajara e Luizote disputaram a segunda partida do domingo. O Luizote precisava apenas de um empate para se classificar, após vencer o jogo de ida por 2 a 1.

A partida foi bastante disputada e as duas equipes criaram diversas chances de gol durante toda a partida. Quando o tempo regulamentar já passava dos 50 minutos do segundo tempo, o Tabajara conseguiu abrir o placar, o que levaria decisão da vaga para os pênaltis.

Mas o que se viu em seguida foram cenas que não condizem com uma partida de futebol. Revoltada pelo fato de que partida já havia ultrapassado o tempo de acréscimos, a torcida do Luizote invadiu o campo e tentou agredir o árbitro da partida, causando uma confusão generalizada.

Até mesmo o presidente da Liga Uberlândia de Futebol (LUF), Renato Batista, chegou a ser agredido por um torcedor. A Polícia Militar (PM) precisou intervir para conter a situação. A LUF optou por encerrar a partida, deixando a segunda vaga da final indefinida.

Saiba mais

Tiro, porrada e bomba marcam semifinal entre Luizote e Tabajaras e adiam decisão de finalista

Desdobramentos

No programa Chumbo Grosso 2ª Edição desta segunda-feira, 20, o narrador Wander Thomaz, da rádio Vitoriosa AM, explicou que a partida foi encerrada seguindo dois itens do artigo 22 do regulamento da competição: falta de garantia ou conflitos ou distúrbios graves, no campo ou no estádio.

Ainda de acordo com o artigo 22 do regulamento, podem ser aplicadas as seguintes penas:

“I – Se uma agremiação houver dado causa à suspensão e era na ocasião desta ganhadora, será ela declarada perdedora, pelo escore de um a zero (1 x 0), se era perdedora, o adversário será vencedor prevalecendo o resultado constante do placar, no momento da suspensão;

II- Se a partida estiver empatada, a agremiação que houver dado causa à suspensão será declarada perdedora pelo escore de um a zero (1 x 0).”

Seguindo as regras estabelecidas, a vaga teria de ser disputada nos pênaltis, já que independente da pena aplicada à equipe do Luizote (pois sua torcida deu início à confusão), a partida terminaria 1 a 0 para o Tabajara. O placar agregado das duas partidas seria 2 a 2, o que forçaria a disputa por penalidades máximas.

Mas Wander Thomaz lembra que a LUF também pode optar por seguir o artigo 205 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que possui âmbito nacional e pode ser utilizada em qualquer competição esportiva. Nesse caso, a equipe que deu início ao conflito (Luizote) é eliminada da competição.

Na próxima quarta-feira, 22, a LUF dará uma coletiva de imprensa, na qual dará seu posicionamento a respeito da confusão.

Narração: Wander Thomaz e Marco Franco Rocha

Reportagem: Vinícius Lemos

Comentários...