ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Com recorde de público e festa no Horto, América recebe o CRB em busca do bicampeonato da Série B do Brasileiro

Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
América precisa vencer para não depender de um tropeço do Internacional contra o Guarani, no Beira-Rio
Fonte: Mourão Panda/América

O América está a um jogo de conquistar o bicampeonato da Série B do Campeonato Brasileiro. Vinte anos depois de ser campeão da competição pela primeira vez, o Coelho precisa de uma vitória diante do CRB-AL para levantar a taça sem depender do Internacional. Os gaúchos estão na vice-liderança, com 68 pontos, dois a menos que o Alviverde. Em caso de derrota ou empate, o time mineiro terá de torcer por um tropeço Colorado diante do Guarani, no Beira-Rio. O confronto entre mineiros e alagoanos será às 17h30 (de Brasília), no Independência.

A festa está armada para o jogo do título. A carga de mais de 22 mil ingressos foi esgotada e a torcida alviverde marcará presença recorde no Independência em 2017. O maior público do Coelho até aqui foi no duelo contra o Juventude, no dia 14 de novembro, pela 36ª rodada da Série B. Na ocasião, 10.024 torcedores foram ao Horto.

Antes da decisão deste sábado, um trio elétrico com a banda Buick 90 se deslocará para a Rua Pitangui para começar a agitar o público. O ônibus da delegação alviverde também será recepcionado com fogos de artifício e sinalizadores. Dentro do estádio, a principal atração nas arquibancadas será um mosaico, que ocupará todo o anel inferior com uma frase que exaltará o América. Escudos do clube também serão distribuídos para torcedores na arquibancada.

Em caso de conquista do título, a delegação do América poderá dar a volta olímpica com a taça da competição. A CBF disponibilizou réplicas do troféu para o duelo no Horto e também para o jogo entre Internacional e Guarani.

Mesmo com a festa pronta, o Coelho prega respeito ao CRB. O empate entre Guarani e Luverdense no último fim de semana rebaixou a equipe mato-grossense e tirou qualquer chance de os alagoanos caírem para a Série C. Apesar de o adversário alviverde não ter mais ambições na competição, o técnico Enderson Moreira espera um duelo difícil neste sábado.

“É um time que não tem mais o que perder na competição, mas é uma boa equipe, com bons atletas. Precisamos deixar o entusiasmo da chance do título de lado e nos concentrar muito no jogo. Vai ser muito difícil. O Juventude também não tinha mais nada e foi duríssimo. Precisamos estar muito ligados. É um jogo traiçoeiro e estou concentrado e envolvido nas dificuldades que poderemos ter e precisamos ganhar. Esse precisar ganhar fica bem mais complicado”, afirma.

O ponto forte dos alagoanos é a bola aérea. Os zagueiros Flávio Boaventura e Adalberto são os destaques nessas jogadas. Juntos, eles já marcaram nove gols nesta Série B.

Outro jogador que preocupa é um velho conhecido da torcida alviverde. Trata-se do meia Tony, que defendeu o América entre 2015 e junho de 2017. Ele é o principal articulador da equipe e o responsável por municiar Chico e Edson Ratinho, pelas beiradas, e Zé Carlos pelo meio.

Desfalque e dúvida de Enderson

Para o duelo deste sábado, o técnico Enderson Moreira terá um desfalque e levará para o vestiário uma dúvida em relação ao time que entrará em campo. O goleiro João Ricardo, com dores no quadril, dará lugar a Fernando Leal. No meio-campo, Renan Oliveira se recuperou de entorse no tornozelo direito, mas ainda será reavaliado antes da partida. Ruy deverá iniciar a partida nessa função.

Reencontro entre algozes

O jogo no Independência marcará o reencontro de Bill e Zé Carlos, centroavantes de América e CRB, respectivamente. Os jogadores foram protagonistas do jogo entre mineiros e alagoanos no primeiro turno, no dia 4 de agosto, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

A partida já estava nos minutos finais, e o CRB vencia por 2 a 1. Após uma falta a favor do time alagoano, Bill e Zé Carlos discutiram em campo e foram expulsos. No caminho para os vestiários, os atacantes se livraram dos seguranças e trocaram socos e chutes. A confusão só acabou após a intervenção dos demais jogadores e da polícia. Os atletas foram julgados pelo STJD e cada um recebeu seis jogos de suspensão pela briga em Maceió.

AMÉRICA X CRB-AL

AMÉRICA

Fernando Leal; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; Juninho, Ernandes e Ruy (Renan Oliveira); Felipe Amorim, Luan e Bill. Técnico: Enderson Moreira

CRB

Edson Kolln; Marcos, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Rodrigo Souza, Yuri, Edson Ratinho, Chico e Tony; Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior

Motivo: 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte

Data e horário: 25 de novembro (sábado), às 17h30 (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/FIFA)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP/FIFA) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP/CBF)

Superesportes

LEIA TAMBÉM!

Com testes de Tite, Seleção Brasileira vence o Japão em penúltimo jogo do ano

Sem esforço, a seleção brasileira venceu …

Prefeitura divulga cursos profissionalizantes no mês de julho

No mês de férias escolares, a …

Verdão faz jogo-treino contra o Batatais

O Uberlândia Esporte Clube entra em …

Homem morre em colisão entre van e ônibus na BR-365

Um homem, de 49 anos, morreu …