Esportes

Com Romarinho decisivo, Al Jazira vence Urawa Reds e vai enfrentar o Real Madrid

Enviado por: Redação V9 10/12/2017

Jogadores do Al Jazira comemoram gol de Mabkhout sobre o Urawa, aos seis minutos do segundo tempo Fonte: Giuseppe Cacace/AFP

Anfitrião do Mundial de Clubes 2017, o Al Jazira irá desafiar o Real Madrid nas semifinais da competição. Na tarde deste sábado, em jogo com poucas chances de gol, a equipe dos Emirados Árabes Unidos bateu o Urawa Red Diamonds, do Japão, por 1 a 0, no Estádio Zayed Sports, em Abu Dhabi, capital do país.

Apostando nos contra-ataques, o time da casa chegou ao seu gol graças à participação decisiva de um brasileiro. O meia-atacante Romarinho deu assistência para Ali Mabkhout garantir a vitória árabe diante dos nipônicos. O ex-corintiano, inclusive, havia marcado o gol do triunfo sobre o neozelandês Auckland City, na última quarta-feira, pelas oitavas de final.

Representante do país-sede por ser o atual campeão nacional, o Al Jazira enfrentará o Real Madrid, ganhador do Mundial de 2016, na próxima quarta, às 15 horas (de Brasília), no Estádio Xeique Zayed, em Abu Dhabi. No mesmo horário, mas um dia antes, Grêmio e Pachuca, do México, disputarão a outra semifinal, na cidade de Al Ain.

O Jogo – Os japoneses insinuaram pressionar o time da casa no começo da partida, mas só foram ameaçar a meta do goleiro Ali Khaseif aos 27 minutos do primeiro tempo. Após cruzamento pela direita, o atacante Koroki apareceu livre na pequena área, mas bateu por cima do gol.

O Al Jazira respondeu com perigo aos 35, quando o meia Boussoufa driblou o zagueiro na esquerda e cruzou na segunda trave. O lateral direito Fayez apareceu como elemento surpresa e testou no canto, exigindo defesa do arqueiro nipônico.

Apostando no erro do rival, o Al Jazira abriu o placar aos seis minutos da etapa complementar. Após o atacante brasileiro Rafael Silva perder a bola no campo de ataque, o compatriota Romarinho enfiou para Mabkhout. O camisa 7 saiu na cara do gol e tocou entre as pernas do arqueiro Nishikawa, fazendo a festa da torcida em Abu Dhabi.

Os campeões asiáticos por pouco não chegaram ao empate pouco depois. O atacante Muto bateu fraco da entrada da área, mas Ali Khaseif não segurou. No rebote, Koroki tentou tirar do goleiro, que se recuperou ao dar um tapa na bola e afastou o perigo.

Nos minutos derradeiros, o Urawa Reds se lançou ao ataque para, ao menos, levar a decisão para a prorrogação. E quase conseguiu. Aos 43, Koroki cruzou da esquerda, a zaga do Al Jazira não conseguiu afastar e a bola sobrou para Rafael Silva, que mandou na trave, na última chance da equipe japonesa.

AL JAZIRA (EAU) 1 x 0 URAWA RED DIAMONDS (JAP)

Al Jazira

Ali Khaseif; Musallem Fayez, Ali Ayed (Saif Khalfan), Fares Juma e Salim Rashid; Al Attas (Eissa Mohamed), Al Hosani (Ahmed Rabia), Salem Abdulla e Mbark Boussoufa; Romarinho e Ali Mabkhout

Técnico: Henk ten Cate

Urawa Reds

Shusaku Nishikawa; Ugajin, Abe, Endo (Ryota Moriwaki) e Makino; Aoki, Yajima e Kashiwagi; Rafael Silva, Koroki e Muto (Toshiyuki Takagi)

Técnico: Takafumi Hori

Gol: Ali Mabkhout, aos seis minutos do segundo tempo (Al Jazira)

Cartão Amarelo: Salim Rashid e Al Hosani (Al Jazira); Makino e Muto (Urawa Reds)

Local: Estádio Zayed Sports, em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos)

Data: 9 de dezembro de 2017 (Sábado)

Horário: 14h30 (de Brasília)

Árbitro: César Ramos (México)

Assistentes: Marvin Torrentera e Miguel Hernandez (ambos do México)

Superesportes

Comentários...