Com vantagem e novo treinador, Atlético busca vaga na semi contra o Botafogo

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Fonte: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Com um novo comandante no banco de reservas, o Atlético enfrenta o Botafogo, às 19h30 desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. O Galo venceu o primeiro confronto por 1 a 0, em Belo Horizonte, e se classifica em caso de empate ou derrota por um gol de diferença, desde que balance as redes do adversário. A equipe carioca precisa vencer por dois ou mais gols; pela contagem mínima, a decisão da vaga na semifinal será disputada nos pênaltis.

Rogério Micale chegou ao Atlético para ocupar o cargo de treinador, após demissão de Roger Machado. O novo técnico alvinegro foi apresentado nessa segunda-feira e teve apenas dois dias para treinar a equipe visando ao duelo contra o Botafogo. Nessa terça-feira, o comandante atleticano preferiu esconder o time que pretende mandar a campo e fechou o treinamento na Cidade do Galo.

No único treino que a imprensa acompanhou, o Galo treinou com três volantes e Cazares, Luan e Robinho na linha mais avançada. Mas, nessa atividade, Rafael Moura estava fazendo trabalho regenerativo e não estava à disposição de Micale no gramado. Se o treinador optar pela manutenção de três peças mais defensivas no meio-campo, fica a dúvida de quem dentre os quatro jogadores de frente deixa a equipe.

Micale tem os desfalques de Fred, Erazo, Felipe Santana e Carlos Cesar, em tratamento no departamento médico do clube. Mesmo que estivesse à disposição para treinos, o centroavante não poderia atuar contra o Botafogo por ter sido expulso na partida de ida, no Horto. Outro pilar da equipe que fica fora é Leonardo Silva. O capitão atleticano voltou há poucos dias aos trabalhos em campo, mas ainda aprimora a parte física. Alex Silva, Roger Bernardo, Gustavo Blanco, Marlone e Valdívia não podem disputar a competição pelo Galo.

Para Robinho, as cobranças tem que ser em cima dos jogadores, tão pouco o tempo que Micale teve para ajustar a equipe. “É difícil. Concordo, acho que a responsabilidade maior é dos jogadores. Nós temos que procurar fazer melhor, jogar melhor. Fora de casa estamos jogando bem, na Copa do Brasil muito bem. Infelizmente, no Brasileiro, estamos deixando a desejar em casa. Temos que nos unir, temos plenas condições de fazer um grande jogo lá, como já fizemos. Esperamos sair com um bom resultado e classificado”, disse.

Botafogo também faz mistério

O técnico Jair Ventura também fechou o último treino do Botafogo antes do confronto decisivo contra o Atlético. Para pegar o Galo, o treinador poupou a maior parte da equipe titular no empate contra o Atlético-GO, no último domingo, pelo Brasileiro. Ele ainda não terá Gatito Fernández, que se recupera de corte no joelho, e Jefferson segue como titular. A dúvida é Rodrigo Pimpão. O atacante torceu o tornozelo no treino de segunda, mas participou das atividades nessa terça.

BOTAFOGO x ATLÉTICO

Botafogo

Jefferson; Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger

Técnico: Jair Ventura

Atlético

Victor; Marcos Rocha, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca (Yago), Elias e Cazares; Robinho e Luan (Rafael Moura)

Técnico: Rogério Micale

Motivo: jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: quarta-feira, 26 de julho de 2017, às 19h30

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)

Superesportes

LEIA TAMBÉM!