Cruzeiro vence a Ponte de virada e assume a quarta posição do Campeonato Brasileiro

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Thiago Neves marcou um gols e deu a assistência do segundo tento da Raposa Fonte: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Nem o ambiente político tumultuado do clube nem o desespero da Ponte Preta. Nada disso foi páreo para frear o bom momento do Cruzeiro, que bateu a Ponte Preta por 2 a 1, neste sábado, em jogo adiantado da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Embora tenha vencido, a Raposa fez um primeiro tempo fraco, levou um gol, mas teve força suficiente para virar a partida na etapa final.

O ex-atleticano Danilo abriu o placar para o time de Campinas. Thiago Neves, o melhor em campo, empatou e serviu Manoel no segundo gol. O zagueiro celeste não entrava em campo desde o dia 30 de julho, no empate sem gols com o Vitória.

Com o resultado, o Cruzeiro foi a 44 pontos, assumindo o quarto lugar da Série A – o time celeste tem um jogo a mais (confira a classificação). A próxima partida da Raposa será na quarta-feira, contra o Grêmio, na Arena. Por sua vez, a Ponte Preta enfrenta o Santos.

Início ruim do Cruzeiro

O primeiro tempo do Cruzeiro foi muito abaixo do que o time pode render. Apenas duas finalizações, nenhuma delas com perigo. Faltou inspiração, intensidade e doação dos jogadores em campo. Individualmente, ninguém do lado azul conseguiu se destacar. A Raposa até teve a bola (mais de 70% da posse), mas não conseguiu penetrar na área da equipe paulista.

A Ponte Preta, por sua vez, buscou o jogo nos primeiros minutos e logo encontrou o gol. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa recuou mal para o goleiro Rafael, Lucca aproveitou a bobeira, driblou o arqueiro celeste, que derrubou o atacante na área. Na cobrança do pênalti, Danilo bateu com força, no ângulo: 0 a 1.

Virada no 2º tempo

Se faltou quase tudo no primeiro tempo, o Cruzeiro reagiu na etapa final. O time pressionou a Ponte Preta e chegou com perigo em muitos momentos. Importante destacar o bom desempenho do armador Thiago Neves, autor do gol de empate e dono da assistência no tento da virada.

A igualdade no placar veio aos 28 minutos. Hudson entrou na área e chutou, mas a defesa afastou parcialmente. A bola sobrou para Alisson, que bateu forte. Aranha conseguiu rebater, e a redonda sobrou para Thiago Neves empatar de cabeça: 1 a 1.

A Ponte não resistiu à blitz cruzeirense. A virada ocorreu aos 30 minutos com Manoel. Thiago Neves mandou na cabeça do zagueiro, que só escorou para o gol: 2 a 1. A equipe paulista ameaçou logo no lance seguinte: Emerson Sheik  ficou cara a cara com Rafael. O goleiro da Raposa defendeu e garantiu a vitória celeste.

CRUZEIRO 2 X 1 PONTE PRETA

CRUZEIRO

Rafael; Ezequiel, Digão, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Rafinha (Elber), Alisson (Lucas Romero) e Thiago Neves; Rafael Sobis (Rafael Marques)

Técnico: Sidnei Lobo (auxiliar)

PONTE PRETA

Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Artur (Yago); Elton, Jean Patrick (Fernando Bob) e Wendel (Jorge Mendoza); Danilo, Sheik e Lucca

Técnico: Eduardo Baptista

Gols: Danilo (Ponte Preta) e Thiago Neves e Manoel (Cruzeiro)

Cartões amarelos: Rafael, Diogo Barbosa, Hudson, Rafinha e Thiago Neves (Cruzeiro).

Cartão Vermelho: Elton (Ponte Preta)

Público presente: 15.397

Público pagante: 13.292

Renda: R$ 257.798,00

Motivo: 28ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 7 de outubro (sábado), às 16h

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR/CBF)

Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR/CBF) e Rafael Trombeta (PR/CBF)

Superesportes

LEIA TAMBÉM!