Esportes

Em jogo morno, América empata com Oeste fora de casa e amplia jejum na Série B

Enviado por: Augusto Ikeda 18/06/2017

Fonte: Carlos Cruz/América-MG

O América completou o terceiro jogo seguido sem vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Em partida morna na Arena Barueri, em São Paulo, o Coelho até criou boas chances, mas ficou no empate sem gols diante do Oeste, na noite deste sábado, pela oitava rodada da competição nacional. A equipe de Enderson Moreira segue distante do grupo de acesso à Primeira Divisão.

Com o resultado, o América fica na 14ª colocação da tabela, com dez pontos. Anteriormente, o time mineiro foi superado pelo Vila Nova e empatou com o Internacional. Ainda sem embalar na Segunda Divisão, o Coelho soma duas vitórias, quatro reveses e dois empates. O Oeste aparece dois lugares acima na classificação, com 11 pontos.

Na próxima rodada da Série B, o América enfrenta o Santa Cruz, nesta terça-feira, às 19h15, no Independência. No mesmo dia, o Oeste visita o Guarani, às 21h30, no Brinco de Ouro, em Campinas.

Primeiro tempo em clima apático

O América iniciou a partida com postura comedida à espera de oportunidades para explorar os contra-ataques. Apesar de tomar a iniciativa, o Oeste não conseguiu criar jogadas contundentes. Com a arquibancada praticamente deserta na Arena Barueri, o confronto seguiu morno durante o primeiro tempo, com raros momentos de emoção.

O time da casa ameaçou logo aos três minutos, em chute de Alexandro. A bola desviou na zaga americana e saiu pela linha de fundo. O Coelho respondeu aos 14min: Hugo Cabral foi lançado na ponta direita, invadiu a área, driblou Joilson e cruzou rasteiro. No entanto, Bill não apareceu para aproveitar a jogada. Três minutos depois, a equipe mineira perdeu o lateral-direito Noberto, lesionado. O volante Christian Sávio foi o substituto escolhido por Enderson Moreira.

O Oeste ainda construiu chances com Velicka, em arremate de fora da área, após aplicar caneta em Hugo Cabral. A passou rente à trave esquerda de João Ricardo. O time rubro-negro também assustou em cobrança de escanteio. Erick subiu livre, mas cabeceou longe do gol. Nos momentos finais da etapa, Bill ainda teve as melhores chances de colocar o América em vantagem no placar. Aos 41 minutos, o centroavante recebeu passe de Hugo Cabral, se livrou da marcação, girou e finalizou rasteiro. Porém, nas mãos do goleiro Rodolfo. Nos acréscimos, Ernandes tocou para o camisa 9 na entrada da área. Ele girou novamente sobre a marcação e bateu forte de esquerda, mandando para fora.

Chances perdidas em ambos os lados

O ritmo da partida no segundo tempo aumentou. O Oeste manteve o ímpeto ofensivo, explorou lançamentos e jogadas em velocidade, mas cedeu espaços ao América. Aos 15 minutos, o Coelho teve grande oportunidade com Hugo Cabral. O atacante entrou na área, driblou William Cordeiro e bateu forte. Rodolfo saltou no canto esquerdo e fez boa defesa, espalmando para escanteio. Logo em seguida, Enderson Moreira fez as últimas alterações na equipe americana: Renan Oliveira e Gerson Magrão, nas vagas de Matheusinho e Luan.

A partir dos 20 minutos, o Oeste intensificou as ações, pressionou o América e esteve perto de abrir o placar em três lances com Erick; na primeira, o atacante chutou forte e mandou na rede pelo lado de fora; pouco depois, ele aproveitou sobra dentro da grande área e bateu rasteiro, mas Bill desviou, e João Ricardo ficou a bola; por fim, Erick invadiu a área pela direita e disparou, para grande intervenção do goleiro João Ricardo. A série de chances desperdiçadas desagradou o técnico Roberto Cavalo, que substituiu o atacante por Gabriel Vasconcelos.

Aos 39 minutos, o América perdeu outra possibilidade de conquistar o triunfo fora de casa. Christian avançou em velocidade pela direita e arriscou chute forte. Rodolfo fez a defesa, e a bola sobrou para Willian Oliveira. Ele tentou finalizar de bico, e Joilson salvou o Oeste, decretando o 0 a 0 em Barueri.

OESTE 0 x 0 AMÉRICA

OESTE:
Rodolfo; William Cordeiro, Joilson, Leandro Amaro e Ricardinho; Lídio, Velicka (Fernando Aguiar), Júlio César e Alexandro; Danielzinho (Raphael Luz) e Erick Luis (Gabriel Vasconcelos). Técnico: Roberto Cavalo.

AMÉRICA: João Ricardo; Norberto (Christian Sávio), Messias, Rafael Lima, Ernandes; Willian, Zé Ricardo, Matheusinho (Renan Oliveira), Luan (Gerson Magrão); Bill e Hugo Cabral.Técnico: Enderson Moreira.

Local:
Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 17 de junho de 2017, sábado
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (RJ)
Cartões: Christian Sávio, Zé Ricardo (América); Lídio, Alexandro (Oeste)

Superesportes

Comentários...