Fred Couto desiste de candidatura à presidência do Galo; dois ainda estão ‘na briga’

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Fred Couto, oposição no Atlético, desistiu da candidatura à presidência do clube. Couto se reuniu com Alexandre Kalil nos últimos dias e foi convencido pelo prefeito de Belo Horizonte a apoiar a chapa da situação, encabeçada pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo do clube, Sérgio Sette Câmara.

Fred Couto, via assessoria de imprensa, enviou uma carta informando a sua posição. “Massa atleticana, após conversas com aqueles que apoiavam minha candidatura, comunico aos Conselheiros, imprensa e toda nação atleticana que não sou mais candidato à presidência do nosso querido Clube Atlético Mineiro. Um muito obrigado a todos”, escreveu Fred Couto.

A eleição pode caminhar para uma candidatura única caso o empresário Fabiano Lopes Ferreira também desista de disputar o cargo. Em entrevista ao Superesportes na semana passada, Fabiano Ferreira disse que apoiadores da candidatura têm se reunido com frequência. O nome escolhido para ocupar o cargo de vice, entretanto, não foi definido.

Para viabilizar a participação no pleito, Ferreira precisa de 50 assinaturas de Conselheiros, como prevê o estatuto. O edital de convocação para a assembleia geral deve ser publicado até 30 dias antes da eleição, que vai ocorrer na primeira quinzena de dezembro.

O atual presidente Daniel Nepomuceno não tentará o segundo mandato. Bicampeão mineiro com o Galo, Nepomuceno tem se dividido entre o clube e a prefeitura de Belo Horizonte, na qual ocupa um cargo de secretário. O atual mandatário, fortemente criticado pela torcida, preferiu seguir ajudando o clube de outras formas. Ele deve ser um dos líderes do projeto da Arena MRV.

Superesportes

Foto: Jorge Gontijo/Arquivo/EM

LEIA TAMBÉM!