ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Lutador uberlandense fica gravemente lesionado em campeonato de MMA em Araguari

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O lutador uberlandense de MMA, Ludy Goulart, de 27 anos, ficou gravemente lesionado na madrugada deste domingo, 21, durante uma luta na qual disputava o cinturão do CFC Fight, em Araguari, no Triângulo Mineiro. O jovem sofreu uma lesão grave na coluna cervical e deixou a disputa sem sentir os braços e pernas.

A competição acontecia no Ginásio do Zebrinha. O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a vítima consciente até a Unidade de Pronto-Atendimento de Araguari (UPA), de onde foi transferido para um hospital particular de Uberlândia.

Ludy Goulart sofreu uma queda brusca ao aplicar um golpe no oponente Francisco Dias. Ele acabou batendo com a cabeça no chão. Os dois disputavam o cinturão da categoria até 84 kg. O vídeo mostra o momento em que Ludy joga o oponente no chão, mas logo fica imóvel. Francisco inverte as posições e chega a aplicar alguns socos em Ludy, mas o juiz percebe que a vítima não reage e encerra o combate.

As imagens deixam claro que Ludy tinha problemas em movimentar as pernas, mas segundo informações de pessoas que estavam no local, os braços do atleta teriam sido afetados também. Há grande risco de o atleta ficar sem os movimentos de parte do corpo.

O 1º boletim médico divulgado esta manhã informa que Ludy está internado na UTI e consegue movimentar apenas os braços e, do peito para baixo não se mexe.

O paciente Ludy Knychala Goulart passou por cirurgia ontem a noite com diagnóstico de Trauma Raqui Medular. A cirurgia foi realizada pelos Neurocirurgiões Dr. Guilherme Castro e Dr. Silvio Sarmento Lessa acompanhados pelo Dr. Leandro Bragante. Foi feita estabilização e descompressão da medula. Paciente se encontra na UTI consciente sem intercorrência. Deve permanecer por pelo menos 48 horas e no mais aguardar evolução do quadro para saber realidade com relação aos movimentos.

Segundo o médico Silvio Sarmento Lessa agora pela manhã, “A lesão se define no momento que acontece o acidente. Ele teve um trauma Raqui Medular, foi feito a estabilização e descompressão da medula . O paciente estava com a medula bem machucada, falta de movimento e sensibilidade do pescoço para baixo. Trata-se de uma recuperação lenta, de dias, pela frente. Os maiores cuidados agora é com a respiração e para não ter trombose. O paciente está com movimentos nos braços, e sem movimentos do peito para baixo.”

De acordo com a organização do evento, ele estava totalmente regular, com alvará e apoio da Prefeitura de Araguari.

 

LEIA TAMBÉM!