ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Mano testa formações e indica Cruzeiro com três volantes e mudança no ataque

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

No primeiro coletivo tático visando ao duelo contra o Santos, no domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, Mano Menezes surpreendeu e testou uma formação diferente da que vinha utilizando. Na primeira parte das atividades, o treinador optou por utilizar um esquema com três volantes e mudar uma peça no ataque celeste.

Ainda sem poder contar com Rafinha, poupado pelo segundo dia consecutivo por causa de dores musculares na região abdominal, Mano manteve Lucas Romero improvisado na lateral direita e formou o meio-campo com Henrique, Hudson e Ariel Cabral. No sistema ofensivo, outra mudança em relação ao time que entrou em campo no empate com o Sport. Arrascaeta, Alisson treinaram ao lado de Rafael Marques, que ganhou o lugar de Ramón Ábila.

A equipe titular foi formada por Fábio; Lucas Romero, Dedé, Leo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson e Ariel Cabral; Arrascaeta, Alisson e Rafael Marques. Os reservas treinavam com Rafael; Lennon, Kunty Caicedo, Murilo e Fabrício; Nonoca, Bryan, Thiago Neves e Raniel; Elber e Ábila. Mano parou a atividade diversas vezes para orientar o time principal.

Na segunda etapa do treinamento, o comandante celeste resolveu testar outras opções no esquema. Mano trocou Lucas Romero por Fabrício e modificou a estrutura da equipe. O técnico colocou Hudson na lateral direita, Fabrício na esquerda e adiantou Diogo Barbosa para o meio-campo, ao lado de Ariel Cabral e Henrique. A equipe titular venceu a atividade por 2 a 1, com gols de Arrascaeta e Alisson. Ábila descontou.

No treino de quarta-feira à tarde, Mano Menezes já havia testado Hudson na lateral direita. O retorno do volante ao meio-campo, nesta quinta, sugere uma formação mais cautelosa contra o Santos, time que possui grande poder ofensivo.

Este ano, Mano utilizou a formação com três volantes apenas uma vez. Foi no empate por 0 a 0 com o Joinville, pela terceira rodada do Grupo C da Primeira Liga, quando o Cruzeiro entrou em campo com reservas. O trio escolhido na ocasião foi Hudson, Lucas Romero e Lucas Silva.

Superesportes

LEIA TAMBÉM!