Por vaga na Copa Libertadores de 2018, Atlético terá que atingir aproveitamento que conseguiu apenas uma vez em 10 anos

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Em 2007, Atlético emplacou uma sequência de dez jogos de invencibilidade e conquistou 22 pontos em 30 Fonte: Jorge Gontijo/Estado de Minas

Para conquistar a vaga na Copa Libertadores pela quinta vez consecutiva, o Atlético faz as contas nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Com 30 pontos em jogo, o Galo precisa de somar pelo menos 19 para garantir vaga no torneio sul-americano. Mas, nas últimas dez edições da competição nacional, o alvinegro alcançou o aproveitamento necessário (19 pontos em 30) apenas uma vez. Atualmente, o time está na nona posição, com 38 pontos.

o departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) afirmou que o Atlético possui 15,7% de chances de se classificar para a Libertadores. Para os matemáticos, um time que fizer 57 pontos tem 91,9% de se classificar para o torneio internacional. Levando esse dado em consideração, o Galo precisa fazer 19 dos próximos 30 pontos. Nos últimos 10 anos, o alvinegro atingiu o aproveitamento nas últimas dez rodadas apenas uma vez: em 2007, quando somou 22 pontos em 30.

Naquele ano, Galo finalizou o Campeonato Brasileiro invicto nos últimos dez jogos, com seis vitórias e quatro empates, terminando em oitavo lugar, com 55 pontos. O menor aproveitamento do clube nesses 10 anos foi contabilizado em 2009, quando o alvinegro conquistou apenas nove dos 30 pontos, vencendo apenas três jogos e perdendo outros sete. Mas, em termos de pontuação, o Atlético bateu a meta dos 57 pontos nas últimas cinco edições do Brasileirão.

O Atlético, por sua vez, está cada vez mais distante do risco de queda. A UFMG diz que o Atlético tem 2,8% de possibilidade de cair para a Segunda Divisão. Com 46 pontos, um time tem quase 98% de chances de permanecer na Série A em 2018. Para chegar lá, o Galo (9º colocado, com 38 pontos) precisa de mais oito.

A sequência decisiva de dez jogos do Atlético começa nesta quarta-feira, quando o enfrenta a Chapecoense, no Independência, às 21h.

Confira os aproveitamentos do Atlético nos últimos dez Brasileirões

2007: 22 pontos em 30 (Seis vitórias e quatro empates) – 8º lugar fim do ano, com 55 pontos

2008: 14 pontos em 30 (Quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas) – 12º lugar fim do ano, com 48 pontos

2009: 9 pontos de 30 (Três vitórias e sete derrotas) – cinco derrotas nos últimos jogos – 7º lugar fim do ano, com 56 pontos

2010: 17 pontos em 30 (Cinco vitórias, dois empates e três derrotas) – 13ª lugar fim do ano, com 45 pontos

2011: 18 pontos em 30 (Seis vitórias e quatro derrotas) – 15º lugar fim do ano, com 45 pontos

2012: 16 pontos em 30 (Quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas) – 2º lugar fim do ano, com 72 pontos

2013: 15 pontos em 30 (Quatro vitórias, três empates e três derrotas) – 8º lugar fim do ano, com 57 pontos

2014: 15 pontos em 30 (Quatro vitórias, três empates e três derrotas) – 5º lugar fim do ano, com 62 pontos

2015: 16 pontos em 30 (Cinco vitórias, quatrp empates e uma derrota) – 2º lugar fim do ano, com 69 pontos

2016: 10 pontos em 27 (Duas vitórias, quatro empates e três derrotas) – 4º lugar fim do ano, com 62 pontos*

Superesportes

LEIA TAMBÉM!