Renato Gaúcho é apresentado e compara Flamengo com seleção brasileira

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Treinador não esconde a emoção e diz estar realizando um sonho

O técnico Renato Gaúcho foi apresentado como novo comandante do Flamengo nesta segunda-feira (12). Durante entrevista coletiva, o treinador fez questão de ressaltar que está realizando um sonho e comparou o time carioca com a seleção brasileira.

“É um prazer estar aqui com essa oportunidade para treinar esse grande clube. Há uns três anos eu falei que tinha esse sonho e hoje estou realizando. Até porque todo treinador tem de pensar grande e alto. Treinar o Flamengo, pelo menos na minha opinião, é a mesma coisa que treinar a seleção brasileira”, disse Renato.

O treinador não escondeu a emoção e relembrou seus tempo de jogador. “Quando eu jogava pelo Grêmio, tinha o sonho de jogar no Flamengo, no Maracanã, ao lado do Zico. Concretizei esse sonho em 87. Quem sonha alto, sonha em jogar ou treinar o Flamengo. Como jogador, realizei esse sonho. E como treinador, vou dar continuidade a esse trabalho.

“Durante a entrevista, Renato também comentou sobre a cobrança da torcida, além de dizer que é favor do retorno gradativo do público ao estádio. “Se você gastar R$ 100 por mês num clube, isso vai ser cobrado. Se gastar R$ 100 milhões, vai ser cobrado. Acho que todo torcedor quer ver o time campeão. Claro que quando você gasta muito e qualifica seu grupo, você tem mais chances. O PSG, quanto que ele gastou? E não foram campeões.

No Flamengo, as chances de conquistar são maiores, sem dúvidas. O Palmeiras, Atlético, Flamengo gastaram muito e, por isso, chegam toda hora”, afirma o treinador.”Com segurança e seguindo os protocolos, eu sou a favor (retorno da torcida). Joguei com a camisa do Flamengo como jogador, eu sei a força da torcida. Enfrentei o Flamengo no Maracanã, com essa torcida maravilhosa. É o nosso 12º jogador. Muita gente já foi vacinada, já teve (Covid-19). Então, com segurança, eu sou a favor da volta do público aos estádios”, finaliza.

A estreia do treinador acontece na próxima quarta-feira (14), quando o Flamengo enfrenta a equipe do Defensa y Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores.

SBT NEWS

LEIA TAMBÉM!