Filhas de Gugu acusam tia de manipulação, mentiras e desvio de dinheiro

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

À coluna de Leo Dias, as meninas ainda desabafaram sobre o reconhecimento de união estável dos pais; Aparecida Liberato afirmou que não irá se pronunciar

Marina Sofiafilhas de Gugu Liberato, se pronunciaram sobre o processo de reconhecimento da união estável da mãe, Rose Miriam, com o apresentador e acusaram a tia Aparecida Liberato de mentiras e desvio de dinheiro

“Minha tia e os advogados dizem que minha mãe não tinha união estável com meu pai, mas eles tinham sim, nós éramos uma família e só quem sabe a verdade somos nós, eu não sei porque eles não reconhecem minha mãe como companheira do meu pai, porque eu reconheço”, afirmou Sofia em vídeo enviado com exclusividade ao colunista Leo Dias.  

“Antes eles queriam conversar comigo, mas quando eu discordei deles, não quiseram mais. Eles falaram que nunca vão aceitar que minha mãe era a companheira do meu pai e que era para gente não se meter em nada”, completou Marina.

Manipulação e mentiras

De acordo as meninas de 17 anos, elas começaram a desconfiar da tia por causa do comportamento dela. 

“A gente sabia que ela mentia para a gente, mas não tinha os fatos. Hoje a gente descobriu que era verdade, que ela mentia para a gente”, afirmou Sofia. “Eu fui pedir um carro, não tinha um e queria muito ter um carro. Pedi para a minha tia a Porsche que sempre sonhei em ter e ela falou que falou com a promotora e que a promotora tinha dito que eu não podia ter esse carro, que era muito de luxo para uma criança de 17 anos. Acabei comprando um carro que era metade do preço do que eu queria e não fiquei feliz.” 

Marina ainda apontou que a tia não facilitava o acesso aos documentos que as irmãs pediam e assinava, ao lado de outros familiares, acordos no nome das duas sem o conhecimento delas. 

Segundo as irmãs, a mãe nunca pediu para que elas tomassem partido, mas a tia, sim. “Minha tia fala que a minha mãe manipulou a gente. Não é ela que manipulou a gente. É a minha tia que tentou manipular a gente”, argumento Marina, que ainda apontou que o irmão mais velho das duas, João Augusto, está sendo controlado pela família do pai. 

“Ela está manipulando o meu irmão. A gente tem provas disso. A gente tentou alertar, mas infelizmente o João surtou quando sugeri o reconhecimento da união estável [dos pais]. A gente descobriu recentemente que o João ganha mais que a gente por mês. Isso é totalmente injusto. A gente ganhava antes US$ 500 por mês. A gente já achou que estava ganhando pouco porque é um absurdo a nossa avó ganhar R$ 163 mil e a gente só US$ 500”, contou Marina. 

“Eu pedi um aumento porque com 500 dólares não dava mais para comprar comida e tal. Pedi US$ 2 mil, que ainda é pouco, e ela disse que era um absurdo. Mas não chega nem perto do que ela tira por mês. Ela falou que não ia dar“, completou Sofia.

União estável

As gêmeas ainda contaram ao Leo Dias que a mãe afirmou que abriria mão de sua parte do dinheiro da herança caso o relacionamento dos pais fosse reconhecido como união estável. 

“Falei que o mais importante para a minha mãe era a união estável e não o dinheiro e que por isso ela abrirá mão do que tem dinheiro, que acho que é 50% [da herança]. Eles começaram a falar que não iam reconhecer porque ela não tinha união estavel. Ela tem sim. Ela preenche os três requisitos, finalidade de constituição de família, relação duradoura e relação pública. Eles ficaram super bravos e começaram a rir da minha cara. Disseram que não iam discutir com uma criança. Me senti muito humilhada. Comecei a chorar”, relembrou Marina.

“Disseram que ela era só barriga de aluguel. Isso não é verdade. Minha tia disse que nós éramos infantas e desesperadas. Muitos adjetivos negativos”, afirmou Sofia.

Resposta da família Liberato

Ao Fofocalizando, a amiga e assessora de Gugu, Esther Rocha, afirmou que a família Liberato não irá se pronunciar, já que o assunto permanece em segredo de Justiça. Esther ainda apontou que Aparecida e os familiares não irão “fazer parte deste circo”.

FOFOCALIZANDO SBT

LEIA TAMBÉM!