Wesley Safadão e esposa são investigados pelo MP por irregularidades na vacinação

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Segundo o órgão, o cantor teria escolhido o imunizante que receberia e a influencer teria furado fila

O cantor Wesley Safadão e a esposa, Thyane Dantas, estão na mira do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), após supostas irregularidades na vacinação do casal contra a Covid-19 na última quinta-feira (8) em um shopping de Fortaleza. 

Segundo o órgão, o artista trocou propositalmente o local da vacinação para poder receber o imunizante da Janssen, que tem dose única. Já a influenciadora digital é acusada de furar a fila da vacinação, por não fazer parte do público-alvo. 

A assessoria do cantor afirmou que Wesley estava agendado para tomar a vacina naquele dia e que Thyane, que foi como acompanhante, tomou a vacina da “sangria” (também conhecida como “xepa”), ou seja, a dose que sobrou no dia e que é aplicada para evitar descarte. De acordo com a Secretaria de Saúde de Fortaleza, no entanto, a xepa tem como foco um grupo específico e ocorre após às 17h (o casal se vacinou no período da manhã). 

O Ministério Público ainda informou que, “no momento oportuno”, os dois podem ser chamados para prestar informações sobre o caso. 

“Devemos sim seguir os ritos e normas pertinentes a todo procedimento investigatório. Isso tudo vai depender do desenrolar das apurações. O MPCE informa que os fatos ainda serão apurados, com responsabilidade e dentro das regras do ordenamento jurídico brasileiro. Ao final, o MPCE decidirá se há elementos concretos para dar continuidade à investigação”, afirmou o órgão

SBT FOFOCALIZANDO

LEIA TAMBÉM!