Abelhas que moravam em poste no Nossa Senhora das Graças são mortas pela Cemig

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Na semana passada, o programa Chumbo Grosso 2ª Edição exibiu uma reportagem que mostrava a presença de um enxame de abelhas em um poste no cruzamento das Ruas Bento Gonçalves e Pedro Ivo, no Bairro Nossa Senhora das Graças. Os animais estavam causando alguns transtornos para os moradores das proximidades (clique aqui para assistir a reportagem).

A Cemig foi chamada para tentar solucionar o problema. A solução encontrada pela concessionária foi matar todas as abelhas que estavam morando no poste e cobrir o buraco aberto nele com cimento.

O Sargento Eduardo, da Polícia Militar de Meio Ambiente, disse que as abelhas também são animais protegidos por lei e que realizar seu extermínio é um crime, que pode resultar de seis meses a um ano de prisão. Ele também afirmou que a espécie, em questão, não possui ferrão e orientou a população a procurar o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) em casos semelhantes.

“Neste caso específico, era (pra) ter sido acionada a zoonoses, que a zoonoses ia fazer a avaliação, pra ver se tinha a necessidade de remover, e não fazer o extermínio. Ou seria a zoonoses que faria diretamente ou comunicar a Cemig ou quem fosse competente pelo fato”, explicou o sargento.

https://www.youtube.com/watch?v=7kgxDChO38g

https://www.youtube.com/watch?v=tNyjHGym_AY

Informações no local: Amanda Carvalho

LEIA TAMBÉM!