Em entrevista exclusiva, missionário Kenneth Bae fala de sua prisão na Coreia do Norte

Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O missionário sul coreano, erradicado nos Estados Unidos, Kenneth Bae, fez uma visita recente à Uberlândia para participar de uma conferência. Ele ficou famoso após ser preso na Coreia do Norte, enquanto realizava um trabalho missionário no país.

Kenneth Bae nasceu na Coreia do Sul, mas se mudou com a sua família para os Estados Unidos em 1985. Em novembro de 2012, enquanto realizava um trabalho missionário na Coreia do Norte, foi preso, acusado pelo regime de ser parte de uma conspiração cristã (vale lembrar que o cristianismo é ilegal no país) para derrubar o governo do ditador Kim Jong-Un.

Em 2013, Bae chegou a ser condenado a 15 anos de trabalhos forçados. Mas foi solto após 735 dias de prisão, em novembro de 2014.

Em entrevista exclusiva para a TV Vitoriosa, Kenneth Bae explicou sobre a sua prisão, como que os cidadãos norte coreanos vivem no país, o livro que escreveu após ser solto e o seu desejo de voltar a morar na Coreia do Norte, caso a unificação com a Coreia do Sul aconteça um dia.

Veja como foi a entrevista no vídeo abaixo, na reportagem de Camila Rabelo

LEIA TAMBÉM!