Geral

Família de vigilante morto por carro em alta velocidade na Avenida João Naves quer justiça

Enviado por: Carolina Vilela 14/03/2017

A família do vigilante noturno Orlando Alves de Oliveira, de 38 anos, que morreu em um acidente no último sábado, 11, na Avenida João Naves de Ávila, Bairro Santa Luzia, clama por justiça. A TV Vitoriosa foi até a casa de familiares e conversou com o irmão de Orlando, Antônio Oliveira. Segundo ele, a tragédia deixou toda a família desestruturada.

A vítima era um trabalhador, pai de uma menina e casado com uma jovem, natural de Catarina, no Ceará, estava em Uberlândia há pouco tempo. Além da esposa e filha, Orlando deixou seis irmãos.

De acordo com Antônio, Orlando apostava muito em uma vida melhor na cidade de Uberlândia.

Inconsolável, a família busca forças para suportar a situação e quer justiça.

O acidente fatal

De acordo com a Polícia, a moto conduzida pela vítima Orlando foi atingida em cheio por um veículo em alta velocidade. O impacto foi tão forte que a vítima foi arremessada a aproximadamente 100 metros da moto. Orlando era vigilante noturno e voltava do trabalho para casa. O condutor do Voyage, Marco Antonio Pereira da Silva,  de 37 anos, foi socorrido ao Hospital de Clínicas da UFU com alguns ferimentos pelo corpo, mas sem risco de morte.

Repórter André Silva

Comentários...