ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Gadis promove campanha de conscientização e educação no trânsito

Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Na manhã desta quinta-feira, 16, o Grupo Apoio as Diversidades e a Integração Social (Gadis), com o apoio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) e outras organizações, promoveu um campanha de conscientização e educação no trânsito.

A chamada Blitz Educativa ocorreu no Bairro Tubalina e alertou, principalmente, a respeito do uso do cinto de segurança. Segundo dados, 30% dos deficientes físicos de Uberlândia se encontram nessa condição por conta de algum acidente.

Uma dessas pessoas é Núbia Carvalho, representante da Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu), que ficou paraplégica há 21 anos, após um acidente enquanto voltava de Belo Horizonte. Ela estava sem o cinto de segurança.

“Se eu estivesse usando o cinto de segurança, eu não teria a lesão (na coluna). Quando me acidentei, o carro capotou e fiquei me jogando de um lado pro outro e parei onde você coloca o pé, foi onde lesionei minha coluna. Se eu estivesse com o cinto, não teria acontecido”, disse Núbia.

“Hoje estamos junto com o Settran, a AACD, o Aparu e com a Adeviudi, que são organizações que trabalham com os direitos dessas pessoas, pra orientar os motoristas a usarem o cinto de segurança, se beber não dirija, respeitar os limites de velocidade estipulados pelas vias”, explicou Alexia Dias, presidente do Gadis.

O Settran deu todo apoio ao evento por reforçar a educação e a segurança no trânsito entre motoristas. “Eles estão entregando alguns materiais informativos em relação, além de estar divulgando o trabalho deles, também fazendo um informativo sobre a segurança no trânsito”, disse Gilson Ferreira, fiscal da Settran.

Informações no local: Vinícius Lemos

LEIA TAMBÉM!