Idosa afirma ser vítima de estelionato e tem 31 mil reais roubados de sua aposentadoria

Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Uma aposentada de 68 anos afirma ter sido vítima de estelionato, em um golpe que já recebeu a alcunha de “falso funcionário de banco”, após dois homens entrarem em sua residência e roubarem um de seus cartões, fazendo empréstimos consignados com ele.

Eurípedes Alves de Oliveira disse que no dia 21 de janeiro de 2016, dois homens, que estavam bem vestidos e possuíam crachá, se identificaram como funcionários do banco Mercantil do Brasil e adentraram em sua residência. Eles afirmaram que iam fazer a troca do cartão de senha para o cartão digital.

Quando foi solicitada para pegar um comprovante de residência, ela alega que nesse momento, os dois homens trocaram seu cartão por outro, que foi colocado dentro de um envelope e que ela deveria esperar um mês para ir até a agência com ele.

Ao ir até o local, o gerente lhe disse que o banco não envia nenhum funcionário para a casa de seus clientes. Posteriormente, Eurípedes descobriu que eles fizeram três empréstimos consignados em seu nome, com valor total de 31 mil reais, que estão sendo descontados de sua aposentadoria desde então.

O rombo nas contas da aposentada já é tão grande que ela recebeu, recentemente, uma carta avisando que seu nome estava negativado.

Informações no local: Camila Rabelo

LEIA TAMBÉM!