ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Idosa que vende balas em porta de escola tem carrinho apreendido e revolta população do Luizote de Freitas

Augusto Ikeda

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Fonte: Nulce Carneiro/Reprodução Internet

Dona Maria, mais conhecida como Maria das Balas, foi uma das primeiras moradoras do Bairro Luizote de Freitas. E nos últimos 36 anos, ela vendeu balas e doces na porta da Escola Estadual Professor Leônidas de Castro Serra, para poder complementar sua renda. Mas na última quinta-feira (6), fiscais da prefeitura apreenderam seu carrinho e aplicaram uma multa no valor de 3 mil reais.

A decisão revoltou a população do bairro, que no mesmo dia, realizou um protesto em favor de Dona Maria. “Eu já comprei balinha dela por que já estudei no Leônidas. As minhas filhas, hoje uma com 30, outra com 28 e os meus netos compram balinha na escola”, disse uma moradora.

Gilberto Rezende, um dos líderes comunitários do Luizote de Freitas, questionou a apreensão. “Eu queria perguntar pras autoridades e pros vereadores qual que é o prejuízo que esta senhora está causando pra sociedade. Há 36 anos ela adoça a vida de nossas crianças, como adoçou a nossa no passado”, disse.

Em um vídeo, divulgado na tarde de ontem e exibido no programa Chumbo Grosso 2ª Edição, Gilberto Rezende continuou a criticar a atitude dos fiscais. “Nesse mesmo lugar, é (sic) vendido drogas, e vocês não tomam atitude nenhuma”, disse.

Ainda de acordo com Gilberto, a população do bairro se mobilizará para conseguir comprar um novo carrinho de balas para Dona Maria.

LEIA TAMBÉM!