ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Novo espetáculo da Trupe de Truões será apresentado sexta (31) em Uberlândia

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Em comemoração ao Dia Nacional e Mundial do Teatro para a Infância e Juventude (20 de Março) e do Dia Nacional do Teatro (27 de Março), Instituto Algar apresenta Trupe de Truões no Teatro Municipal de Uberlândia com “Zapato busca Sapato”, primeiro espetáculo do grupo em parceria internacional.

Com patrocínio do Instituto Algar e incentivo da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, a apresentação integra as ações do projeto Ponto dos Truões Casa Aberta: produção, formação e intercâmbio, que realizará, a partir de Abril, a 4ª Mostra Casa Aberta, celebrando 15 anos de Trupe de Truões.

Viabilizado pelo Programa Iberescena – Fundo de Ajuda para as Artes Cênicas Ibero-Americanas, o espetáculo ‘Zapato busca Sapato’ surge a partir da parceria entre Trupe de Truões e Cia La Máquina de Teatro (México) com colaboração do dramaturgo, Rogério Manjate (Monçambique). Os três grupos de teatro co-produtores, que se originam em diferentes continentes, procuram dialogar através da peça com crianças e jovens sobre origens, diferenças e processo de crescimento.

Entre mitos e realidade

A história de ‘Zapato busca Sapato’ começa com o despertar de um pequeno sapato e o reconhecimento de ser diferente, já que nasce sozinho em sua caixa, sem par. A peça entrelaça histórias de aventuras deste objeto à procura do parceiro com histórias de migração, e encontros inesperados cheios de humor e poesia.

No processo criativo deste espetáculo, a investigação começa com a pergunta: o que representa ter um sapato no México? E no Brasil? E em Moçambique? No Brasil, por exemplo, um sapato era símbolo de liberdade para escravos que andavam quase sempre descalços; em Moçambique, meninos e meninas – vítimas de minas terrestres, consequência de uma longa guerra civil, muitas vezes usam apenas um sapato; e no México, crianças indígenas andam descalças.

Trabalhando entre mitos e realidade, entre ficções culturais e verdades – muitas vezes duras – o espetáculo foi idealizado como uma ponte cultural que liga países e povos através de olhos infantis.

A encenação do texto criado por Clarissa Malheiros e Juliana Faesler, em colaboração com os atores, trabalha com os corpos em composição com os objetos, criando personagens exóticos e divertidos, falando em uma linguagem que permite usar termos da língua espanhola com da língua portuguesa misturados, para gerar uma sensação de aldeia global.

Ficha Técnica do espetáculo:

REALIZAÇÃO: Trupe de Truões (BRASIL) e La Máquina de Teatro (MÉXICO)

DIREÇÃO: Clarissa Malheiros

DRAMATURGIA: Clarissa Malheiros e Juliana Faesler, com colaboração de Rogério

Manjate

ELENCO: Amanda Barbosa, Laís Batista, Ricardo Augusto e Ronan Vaz (BRASIL);

Toztli Abril De Dios, Andrés Tena, Esteban Caicedo e Milena Pitombo (MÉXICO);

CENOGRAFIA: Paulo Merisio (BRASIL) e Juliana Faesler (MÉXICO)

ILUMINAÇÃO: Ronan Vaz (BRASIL) e Érika Gómez (México)

BONECOS E OBJETOS: Flávio Arciole (BRASIL) e Toztli Abril de Dios (MÉXICO)

MÚSICA ORIGINAL: Clarissa Malheiros (MÉXICO) e Eduardo Túlio (BRASIL)

FIGURINOS: Juliana Faesler (MÉXICO)

ADEREÇOS: Ronan Vaz (BRASIL)

COREOGRAFIA: Marisol Cal Y Mayor (MÉXICO)

OPERAÇÃO DE LUZ: Thiago Di Guerra

OPERAÇÃO DE SOM: Amanda Aloysa

 Serviço:

Espetáculo: Zapato busca Sapato

Data: 31 de março de 2017

Horário: 20h

Venda de Ingressos:

De 21/03 a 30/03 – no Ponto dos Truões: Av. Ana Godoy de Souza, 381. Santa Mônica.

Dia 31/03 – na bilheteria do Teatro Municipal, a partir das 16h.

Valor: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5(meia)

LEIA TAMBÉM!