Novo remédio para tratamento de câncer foi liberado no Brasil

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Substância foi aprovada para duas indicações terapêuticas específicas (Imagem: Agência Brasil)

Registro de um novo medicamento para o tratamento do câncer foi publicado nesta segunda-feira, 30. O medicamento Dalinvi tem como princípio ativo a substância daratumumabe e foi aprovado para o tratamento do mieloma múltiplo.

Esse tipo de câncer tem início na medula óssea. Nesse caso, os plasmócitos, células que normalmente produzem anticorpos, tornam-se malignos, atingindo as demais células e ossos do corpo.

Com a publicação no Diário Oficial da União, o Dalinvi (daratumumabe) foi registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como produto biológico novo. Ou seja, é um medicamento biológico inédito no País.

O daratumumabe foi aprovado na Anvisa para duas indicações terapêuticas específicas:

  • em combinação com bortezomibe e dexametasona, para o tratamento de pacientes com mieloma múltiplo que receberam pelo menos um tratamento prévio;
  • em monoterapia, para o tratamento de pacientes com mieloma múltiplo que receberam pelo menos três linhas de tratamento prévio, incluindo um inibidor de proteassoma (IP) e um agente imunomodulador, ou que foram duplamente refratários a um IP e um agente imunomodulador.

A substância
O daratumumabe é um anticorpo monoclonal humano IgG1 kappa que se liga à proteína CD38 expressa em nível alto na superfície de células em diversas doenças hematológicas malignas, incluindo células tumorais de mieloma múltiplo, assim como outros tipos de células e tecidos em vários níveis.

A proteína CD38 tem várias funções tais como adesão mediada ao receptor, sinalização e atividade enzimática. O daratumumabe mostrou ser um inibidor potente do crescimento in vitro de células tumorais que expressam CD38.

Portal Brasil

LEIA TAMBÉM!