Geral

População de Uberlândia reclama da falta de medicamentos no município

Enviado por: Augusto Ikeda 06/07/2017

A população de Uberlândia está reclamando da falta de medicamentos em dois locais distintos da cidade: a Superintendência Regional de Saúde (SRS) e nos postos de saúde (UAI).

Olair Fonseca Castro é uma das pessoas que está com dificuldades de pegar medicamento na SRS. Seu filho, que possui autismo, precisa de um remédio (que custa, aproximadamente, 800 reais a unidade) para evitar o aparecimento de crises epiléticas severas. Mas afirma que não consegue retirá-lo há quatro meses.

“Eu, graças a Deus, consigo comprar o medicamento, mas e quem não consegue? A gente vai pessoalmente e eles não dão informação, simplesmente falam que não veio. Não tem previsão e não sabe nem se vai chegar”, afirmou.

Jaqueline da Silva alega que não consegue dois medicamentos para sua filha nas UAI’s. “(Eles) Falam que não tem. Pedem pra esperar, dão um prazo, eu espero esse prazo e volto novamente com a receita. As vezes, tem de dois a três remédios que eu pego, mas fica em falta os outros”, disse.

Já Sheila Ferreira, que possui um filho com hidrocefalia, disse que já entrou na justiça para solucionar a questão. Só que mesmo após vencer a causa, ela ainda não conseguiu retirar os medicamentos.

“Eu entrei (na justiça) já faz um ano, e eles alegam que já fez a compra, mas nunca chega e já tem um ano que estou esperando. E além dos medicamentos, o leite e as fraldas, que às vezes tem, mas às vezes falta também”, disse.

Nota da SRS

Em nota, a Superintendência Regional de Saúde afirmou que em razão da escassez de recursos enfrentada pelo estado de Minas Gerais, os responsáveis ainda não efetuaram a entrega até que o pagamento seja regularizado, o que causou a falta do medicamento que o filho de Olair Castro precisa.

O órgão também entende a necessidade do fornecimento de remédios para a população, e que fará o possível para normalizar a situação.

Já a Secretaria Municipal de Saúde não comentou a respeito da falta de medicamentos nas UAI’s.

Informações nos locais: Camila Rabelo

Comentários...