Geral

População de Uberlândia reclama do atraso em diversas obras da cidade

Enviado por: Augusto Ikeda 07/06/2017

A população de Uberlândia reclama do atraso de diversas obras, que estão espalhadas pela cidade. Muitas delas, se não estão atrasadas, se encontram paralisadas ou sequer tiveram início.

A Prefeitura Municipal já aplicou um total de 60 milhões de reais em 13 obras, só que muitas delas se encontram em estado de abandono. Um exemplo é uma Unidade Básica de Saúde (UBS), do Bairro Minas Gerais, que já está parada há um ano e 10 meses. A nova sede do Procon se encontra na mesma situação, e deveria ter sido entregue em abril do ano passado.

O Parque Aquático, localizado próximo ao Parque do Sabiá, custou cinco milhões de reais aos cofres públicos, e teve sua construção iniciada em 2007. Mas a obra jamais foi concluída, e já se tornou abrigo de muitos moradores de rua.

No bairro Canaã, uma escola de educação infantil, que deveria ter sido concluída em fevereiro de 2014, também se encontra em estado de abandono. A situação do local é tão precária que será necessário realizar uma reforma, caso a construção seja retomada. Segundo uma moradora, por conta do atraso, muitas crianças precisam estudar no bairro Jardim das Palmeiras.

E também existem algumas obras que sequer foram iniciadas. Um exemplo é o prolongamento da Avenida Balaiadas, no bairro Marta Helena, bem como a nova sede da Vigilância Sanitária.

Informações nos locais: Vinícius Lemos

Comentários...