ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Sindicato e trabalhadores reivindicam manutenção do cobrador de ônibus em Uberlândia

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Segundo o sindicato, as empresas de ônibus estão aos poucos acabando com o cargo de cobrador

Aproximadamente 100 pessoas, entre trabalhadores e integrantes do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Uberlândia (Sinttrurb), fizeram uma mobilização na Câmara Municipal nesta manhã de segunda-feira, 6, para sensibilizar os vereadores quanto à manutenção dos cobradores  nas linhas de ônibus da cidade. Segundo o sindicato, as empresas do transporte público da cidade já iniciaram as demissões dos profissionais e pretendem extinguir o cargo, deixando o motorista trabalhar sozinho.

O presidente do Sinttrurb, Márcio Dúlio de Oliveira, conversou com o repórter Vinícius Lemos e disse que a Lei 9279/2006 regulamenta a função de cobrador apenas nas estações e, por isso, as empresas dos coletivos da cidade já estão demitindo profissionais da categoria gradativamente. Exemplos são as linhas do Residencial Pequis, Monte Hebron e a linha 411 no Luizote de Freitas, que já operam sem cobrador.

Oliveira ainda afirma que as empresas já estão instalando os equipamentos necessários nos veículos, como as caixas de cobrança sobre o capô do motor, e as abotoeiras para liberação da catraca. O presidente do sindicato ressalta que haverá muitas dificuldades para os motoristas, que não devem ter a atenção desviada do trânsito e, além de ter que cobrar as passagens ainda terão que conversar com os passageiros e serão responsáveis pelo embarque e desembarque dos cadeirantes.

O sindicato fez a denúncia contra a mudança no Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual e Procuradoria Geral do Município, em outubro de 2016, quando começaram as interferências.

O objetivo da mobilização é pedir aos vereadores para assinarem uma proposta de indicativo de projeto para assegurar a presença de cobradores nas linhas de ônibus. Dos 27 vereadores, 21 assinaram o documento do Sinttrurb.

Repórter no local: Vinícius Lemos

LEIA TAMBÉM!