Capacitação técnica alinhada com mercado de trabalho ganha destaque no Estado de Minas Gerais

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Capacitação de qualidade é caminho para um bom desenvolvimento socioeconômico regional. Ainda mais quando se fala da qualificação técnica, que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de trabalho. A capacitação técnica é um dos caminhos para superar o empecilho que se chama “apagão de mão de obra”, onde falta mão de obra qualificada para ocupar vagas em vários setores da economia.

De acordo com pesquisas do IBGE/Pnad/2019, entre as vantagens do ensino técnico está o fato de a taxa de empregabilidade dos egressos de cursos técnicos ser, em média, de 73% e de a renda per capita familiar desse grupo ser 20% superior a dos estudantes do ensino médio regular. Já a taxa de emprego formal (com carteira assinada) pode aumentar 38% para os jovens que têm formação técnica. As pesquisas também mostram que 90% dos jovens acreditam que têm mais oportunidades fazendo um curso técnico. E 53% deles apontam o ingresso mais rápido no mercado de trabalho como razão para fazer um curso técnico.

As pesquisas apontam o bom investimento nos cursos técnicos e profissionalizantes, ainda mais no momento atual. Com esse pensamento, o Governo de Minas Gerais criou o projeto “Trilhas de Futuros”, que garante vagas de cursos técnicos gratuitos em todo o Estado. E, claro, a maior rede de ensino técnico particular brasileiro não poderia ficar de fora do propósito. As unidades da rede Grau Técnico Centro, Contagem, Barreiro, Venda Nova e Sete Lagoas foram selecionadas para fazer parte da parceria com o Governo de Minas Gerais, ofertando 1900 vagas para cursos técnicos.

De acordo com a franqueada do Grau Técnico na região, Joana Ricci, a parceria irá estreitar laços para melhoria da educação técnica e do mercado de trabalho. “Nos candidatamos para participar do Trilhas de Futuros em prol de causas maiores: a educação e o mercado de trabalho. Nós da rede Grau Técnico agora somos um parceiro do Estado e nos disponibilizamos como ponte para o crescimento técnico, assim como diz nossa vertente educacional”, celebrou.

O Grau Técnico é o carro-chefe do grupo Grau Educacional. Com 89 unidades, presente nas cinco Regiões do País, o Grau Educacional oferece mais de 60 cursos nas áreas de saúde, tecnologia, indústria, gestão e negócios. A duração dos cursos varia de três meses a dois anos, com aulas de uma a três vezes na semana.

Para mais informações sobre o projeto: https://www2.educacao.mg.gov.br/mapa-do-site/cidadao/trilhas-de-futuro

LEIA TAMBÉM!