Japão bate recorde de longevidade e contabiliza 86,5 mil pessoas com cem anos ou mais

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Quando o levantamento começou, em 1963, o número de centenários não passava de 160

O ministério da Saúde do Japão divulgou, na 3ª feira (14.set), que o país atingiu um novo recorde em relação a pessoas com 100 anos de idade ou mais, contabilizando 86,5 mil cidadãos. Segundo a pasta, este é o 51º ano consecutivo em que a faixa etária registra alta.

O levantamento mostra ainda que as mulheres representam 88,4% do total, chegando a 76.450 pessoas — 5.475 a mais do que o registrado em 2020. Já os homens totalizaram 10.060, cerca de 585 a mais em comparação ao ano passado.

De acordo com o jornal Japan Times, a mulher mais velha que vive no Japão é Kane Tanaka, de 118 anos de idade. O homem mais velho é Mikizo Ueda, de 111, morador de Nara. Atualmente, a expectativa média de vida no país é de 87 anos para mulheres e 81 anos para homens.

O levantamento começou a ser realizado em 1963, contabilizando menos de 160 pessoas centenárias. Dezoito anos depois, saltou para mil. Em 1998, já eram mais de 10 mil pessoas com cem anos ou mais no país asiático.

SBT NEWS

LEIA TAMBÉM!