Polícia

Assaltantes roubam U$$ 40 milhões no Paraguai e 4 são mortos em confronto com a polícia no Brasil

Enviado por: Carolina Vilela 25/04/2017

Pelo menos oito suspeitos de um assalto milionário em uma empresa de valores no Paraguai nesta segunda-feira, 24, em Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil já estão presos. Segundo a Polícia, cerca de 30 homens, supostamente do PCC de São Paulo e Rio de Janeiro, roubaram 40 milhões de dólares (R$ 124 milhões) na madrugada de ontem. Intenso cerco foi montado na região de Foz do Iguaçu, no Paraná, para prender os ladrões. Segundo a delegada responsável, os assaltantes falavam em português.

Os criminosos foram surpreendidos por policiais do Nepon, no Lago de Itaipu, tentando fugir. As Polícias Rodoviária Federal, Militar, Civil e Guarda Municipal de Foz do Iguaçu estão empenhadas na ação.

De acordo com a polícia, os bandidos usaram armamentos de guerra, fuzis automáticos e metralhadoras ponto 50, para o ataque à empresa Prosegur. No local os assaltantes explodiram cofres. Houve uma intensa troca de tiros por mais de 40 minutos. Um policial e pelo menos dois bandidos morreram no local. O assalto é apontado como o maior da história do Paraguai.

Ruas foram bloqueadas e veículos incendiados. Rajadas foram disparadas contra prédios públicos. Acuada, a polícia paraguaia pediu reforços e munições. Em um dos áudios vazados um policial diz que estavam com falta de munições.

Até o momento já foram apreendidos um avião, sete veículos, dois barcos, seis fuzis — sendo um deles de calibre .050, capaz de derrubar um helicóptero — e munições.

Comentários...