Polícia

Confira dados referentes aos 101 homicídios registrados em Uberlândia este ano de 2017

Enviado por: Redação V9 01/11/2017

Uma estatística que preocupa – as mortes violentas em Uberlândia. Latrocínios, feminicídios, mortes com requintes de crueldade. Comparando com o mesmo período do ano passado temos 3 homicídios a mais registrados.

Em 305 dias correntes, 101 pessoas foram assassinadas na cidade em 2017. Uma média de uma morte violenta a cada três dias. A maioria das vítimas foi executada com tiros, ao todo 60 pessoas. No Bairro Jardim das Palmeiras, por exemplo, um jovem de 21 anos foi fuzilado por dois rapazes que dispararam 5 tiros. O crime foi em plena luz do dia e a motivação pode ter sido o tráfico de drogas.

Em segundo lugar no ranking dos homicídios em Uberlândia estão as mortes com requintes de crueldade, como pedradas e pauladas. Foram 22 vítimas, sendo que 3 delas foram carbonizadas e uma o corpo estava em avançado estado de decomposição.

No Bairro Aparecida uma senhora de 72 anos morreu asfixiada, depois que dois rapazes entraram na casa dela para roubar e a deixaram com as mãos e os pés amarrados e a boca amordaçada.

O crime com arma branca ocupa a terceira colocação. Foram 18 vítimas até agora. A última foi há 10 dias no Bairro Tocantins. A mulher foi esfaqueada dentro do apartamento onde morava com a filha. O suspeito é o ex-marido.

Ao todo, 12 mulheres foram assassinadas em Uberlândia este ano. Outras 87 vítimas são homens, sendo que 45 delas eram jovens, entre 15 e 30 anos. Duas crianças também foram vítimas de morte violenta. Um menino de 10 anos e um bebê de um ano e 5 meses.

Os homicídios na cidade contribuem para aumentar a estatística de mortes intencionais no estado. De acordo com dados do fórum nacional de segurança pública, Minas Gerais é o 5º estado mais violento. Foram 4.348 óbitos intencionais no período de 12 meses. Uma média de quase 12 pessoas assassinadas por dia. O que representa uma morte a cada duas horas no estado.

Kátia Medeiros

Comentários...