Dois homicídios são registrados em menos de uma hora nos Bairros Canaã e Taiaman, em Uberlândia

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Na noite deste domingo, 30, a Polícia Militar de Uberlândia contabilizou dois homicídios na cidade. Os crimes ocorreram nos Bairros Jardim Canaã e Taiaman, com diferença de menos de uma hora.

Homicídio no Canaã

O primeiro homicídio foi perto das 20h50 no Bairro Canaã, zona sul da cidade. Willian Prates dos Anjos, de 22 anos, foi atingido por quatro tiros, disparados por um criminoso que ocupava uma motocicleta Titan de cor escura. O autor se aproximou, chamou a vítima pelo nome e efetuou os disparos. Todos acertaram o rosto da vítima. O crime aconteceu entre as ruas Eufrates e Menfis. A Polícia Militar foi acionada por populares que já o encontraram sem vida. No bolso da calça de Willian os militares acharam 14 pedras de crack, um cigarro de maconha e um papelote de cocaína. Willian tinha passagens por tráfico de drogas.

A PM segue em diligências para identificar e prender o assassino.

https://www.youtube.com/watch?v=si8_-8EqqOY

Morte no Taiaman

Pouco menos de uma hora depois, às 21h35, outra morte violenta foi registrada, desta vez na Rua das Guitarras, Bairro Taiaman. Segundo consta no boletim policial, Carlos Roberto dos Santos, de 53 anos, estaria ingerindo bebida alcoólica com o autor do crime, Cleviston Antonio Floriano, de 31 anos, na casa do autor. Houve um desentendimento entre eles, porque Cleviston afirmou que Carlos Roberto havia furtado o aparelho celular. Cleviston começou a desferir vários chutes e socos. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que a vítima já estava caída, imóvel, e o autor se aproxima e continua golpeando a cabeça dela com os pés.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados. O suspeito fugiu do local, mas acabou preso minutos depois, próximo ao local do fato. Cleviston conversou com a nossa reportagem e disse estar arrependido de tirar a vida do amigo e que a bebida foi a causa de tudo.

Cleviston foi levado para a Delegacia da Polícia Civil.

https://www.youtube.com/watch?v=G3XWYD6zv6k

Informações nos locais: Bruno Rocha

LEIA TAMBÉM!