Entenda como funciona o “saidão” de detentos em Uberlândia

Darah Gomes

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Darah Gomes

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
(Imagem: Carlos Vilela / TV Vitoriosa)

No final do ano muitos detentos têm o direito do “saidão”, em que eles podem voltar para casa e ficar sete dias com a família. Só no presídio Jacy de Assis, 123 presos vão ter direito ao benefício. Conversamos com o Coronel Adanil, diretor da cadeia, sobre o assunto.

A saída de cinco vezes ao ano é garantida por lei para detentos com regime semiaberto e com bom comportamento. O “saidão” é bastante usado no dia das mães e finais de ano, por isso é bom ficar atento à segurança nesse período de festas.

Segundo Coronel Adanil, para o detento sair da unidade é formada uma comissão técnica, que classifica os presos para definir qual pode sair e se houve o tempo de 45 dias de distância entre uma saída e outra. O pedido do “saidão” é encaminhado para o juiz da Vara de Execuções, que pode ou não homologar.

Se houver demora de trinta minutos ou mais na volta dos detentos para o presídio, o indivíduo é considerado foragido da polícia. O coronel contou que é comum demorarem de um a dois dias para retornar, mas todos acabam voltando e sofrem punições por isso.

A Polícia Militar (PM) estará fazendo a segurança da cidade para manter a ordem nesse tempo em que muitos presos estão soltos.

 

Informações por Vinícius Lemos

LEIA TAMBÉM!