Polícia

Família de mulher assassinada pelo marido no Pequis diz que ele era agressivo com ela

Enviado por: Carolina Vilela 16/05/2017

A família da Luana Elena Natashi Costa, de 29 anos, assassinada no final de semana pelo marido, Diego Henrique da Silva, de 23 anos, procurou a TV Vitoriosa para esclarecer melhor os fatos que levaram à morte brutal da enfermeira. O crime foi registrado no último sábado, 13. Luana foi morta perto dos filhos, dentro de casa, na Rua Onça Pintada.

A tia da vítima, Márcia Aparecida Costa, de 56 anos, contou que o casal brigava e que ouve uma discordância no sábado. Luana queria visitar o túmulo da mãe no sábado, porque no domingo, Dia das Mães, teria que trabalhar. Ela pediu ao marido para levá-la, mas ele não quis. Ela foi sozinha de moto e, ao retornar, acabou morta pelo marido com facada no pescoço. Em seguida ele tentou tirar a própria vida cortando o pescoço com uma faca.

A mulher morreu nos braços da filha de 11 anos. “A menina só ficava falando ‘mãe acorda’. E ela não acordou. Não é a proimeira vez que ele briga com ela. Ele se acha machão. Muitas vezes ele dava chutes nela pra ela não ir trabalhar. Uma vez ela fez BO e ele foi preso.”

A tia ainda afirma que Diego Henrique é trabalhador. “Ele é trabalhador, agora ele na bebida, ninguém conhece ele”.

Confira todo o relato na reportagem de Léo Soares

Comentários...