ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Homem desenterra caixão com restos mortais do irmão e passeia pela cidade de Prata-MG

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Um homem, que segundo conhecidos, tem problemas mentais, foi flagrado na noite deste domingo, 28 de maio, por diversos moradores do Bairro Brasil, na cidade de Prata, no Triângulo Mineiro-MG, passeando com um caixão que continha os restos mortais do irmão dele. O crime de vilipêndio de cadáver foi registrado em boletim policial.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 19h, depois que diversos moradores ligaram para o Copom reclamando do forte odor que exalava do caixão.

O fato foi registrado em fotos e vídeos por pessoas que flagraram o rapaz levando numa bicicleta o caixão com corpo do irmão para casa. Ele próprio foi ao cemitério e desenterrou o caixão, depois de uma crise de saudade do irmão, que morreu há um ano. Em determinado momento o caixão caiu da bicicleta.

Moradores próximos ficaram assustados e revoltados.

Elderlandes Rosa, 29 anos, foi imobilizado e estava transtornado. Ele contou que estava com saudades do irmão Eri Erisberto Rosa, falecido ano passado aos 30 anos, e resolveu retirar os restos mortais dele

Caixão caiu da bicicleta exalando forte odor dos restos mortais

Testemunhas disseram que Elderlandes vem apresentando transtornos metais, principalmente após o falecimento de Eri Erisberto. A funerária foi acionada e auxiliou a PM na remoção do caixão.

O responsável pelo cemitério compareceu ao local, confirmando que o caixão continha os restos mortais do falecido, que foi novamente sepultado. O caixão encontrava-se lacrado, estando apenas o túmulo, com a tampa traseira aberta.

Segundo o autor, ele não teve a intenção de desrespeitar os restos mortais do irmão, apenas sentia muitas saudades. A Polícia confirmou que Elderlandes aparenta estar sofrendo problemas mentais.

Como em Prata não há delegacia de plantão, foi realizado contato telefônico na delegacia de Ituiutaba, no Pontal, e o delegado de plantão, Luiz Minas, orientou pela liberação do conduzido, que se comprometeu a comparecer na delegacia hoje, 29.

LEIA TAMBÉM!