ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Homem esconde corrupião no quarto, mas canto do pássaro denuncia crime ambiental, em Uberlândia

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Imagem: Polícia Ambiental / Divulgação

O canto de um pássaro silvestre chamou a atenção da Polícia de Meio Ambiente de Uberlândia na manhã desta quinta-feira, 16, em uma casa no Bairro Jardim América, zona norte de Uberlândia. O proprietário da casa foi autuado por crime ambiental com uma multa administrativa de R$ 897,09.

Os militares da 9° CIA PM IND MAT  foram empenhados para atender uma denúncia de pássaro silvestre em cativeiro. No local, o dono da residência tentou esconder o pássaro dentro de um dos quartos da residência. Mas os policiais escutaram o canto da ave e não teve como negar o crime.

O morador permitiu a entrada dos Policiais, que localizam um corrupião, também conhecido como sofrê ou concriz. A ave é pertencente à fauna silvestre brasileira.

Segundo o sargento Eduardo Venâncio, o canto desta ave é muito melodioso e possui a notável capacidade de imitar cantos de outras aves, além de sons musicais.

Foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO para que o suspeito possa comparecer perante Juizado Especial Criminal para responder pelo crime descrito no artigo 29 da Lei Federal 9605/98, “Lei dos Crimes Ambientais”, e foi lavrada também a multa administrativa citada.

LEIA TAMBÉM!