Polícia

Justiça Federal de Uberlândia realiza audiências acerca da Operação Domiciano

Enviado por: Augusto Ikeda 29/11/2017

Durante toda esta quarta-feira, 29, a Justiça Federal de Uberlândia realiza oitivas com representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a corregedoria acerca da Operação Domiciano, que investiga policiais rodoviários que estariam cobrando propina de motoristas em rodovias da região.

As audiências acontecem dentro da 2ª vara da Justiça Federal e são presididas pelo Juiz Federal José Humberto Ferreira. Duas testemunhas de acusação estão prestando depoimento desde as primeiras horas da manha desta quarta-feira, a portas fechadas, com os representantes da PRF e da corregedoria.

Além disso, outras 15 pessoas devem participar de audiências até a próxima sexta-feira, 1º de dezembro.

Relembre o caso

Na madrugada do último dia 22 de junho, após sete meses de investigações, O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF) deflagraram a Operação Domiciano. 15 policiais rodoviários, estacionados em unidades operacionais nas cidades de Uberlândia, Araguari e Monte Alegre de Minas foram presos, suspeitos de praticarem atos de corrupção contra usuários de rodovias da região.

Quatro empresários também foram presos durante a ação. De acordo com as investigações, os acusados solicitavam propina de cidadãos que trafegavam pelas rodovias de forma irregular, deixando de lavrar autos de infração e demais sanções administrativas cabíveis.

No dia seguinte, os acusados foram encaminhados para o presídio Nelson Hungria, em Belo Horizonte. No início do mês de agosto, os policiais Santiago Alves Assumpção e Vilmar Luis de Azevedo receberam liberdade provisória.

Saiba Mais:

15 policiais rodoviários federais do Triângulo são presos suspeitos de corrupção e associação criminosa

Policiais rodoviários presos na Operação Domiciano embarcam para Belo Horizonte

Dois agentes presos durante a Operação Domiciano recebem liberdade provisória

Informações: Vinícius Lemos

Comentários...