ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Mulher leva golpes de facão e é colocada viva dentro de saco plástico, em Patos de Minas

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Imagem: Patos Hoje

Dois jovens, de 21 e 26 anos, foram presos suspeitos de tentarem matar uma mulher de 54 anos. A vítima, Joana D’arc da Cruz, levou vários golpes de facão no abdômen, pescoço e rosto e foi colocada viva dentro de um saco plástico. O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira, 1º/7, no Bairro Nova Floresta, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. O casal de jovens, que teria praticado o crime, foi preso em flagrante.

Segundo a Polícia Militar (PM), Joana D’arc fazia uso de drogas com Fernanda Batista da Silva, de 21 anos, e Pedro Jainiel do Carmo, de 26, em uma casa na Rua Pedro Castorina. Quando a droga acabou, Pedro pediu o carro de Joana para buscar mais entorpecentes. Ela se negou a emprestar o veículo e houve um desentendimento entre eles e Joana foi estrangulada até perder os movimentos. Em seguida os jovens desferiram vários golpes de faca e facão no abdômen, rosto e pescoço da mulher.

Pensando que a vítima estava morta, eles a colocaram dentro de um saco plástico e pretendiam jogar o corpo no Rio Paranaíba. Mas antes saíram no carro de Joana, um Corsa, com o intuito de trocá-lo por drogas.

A Polícia Militar foi acionada pelo irmão do autor, que encontrou a vítima dentro do saco plástico no banheiro da residência, com diversos ferimentos e sangrando bastante. Ele percebeu que a mulher estava ofegante e chamou a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu).

Joana D’arc foi encaminhada em estado gravíssimo para o Hospital Regional Antônio Dias.

Pelas câmeras de videomonitoramento do Olho Vivo, a PM conseguiu identificar os suspeitos transitando com o veículo pela Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade. Dentro do automóvel estava o facão, sujo de sangue, usado no crime.

Fernanda disse que Pedro a obrigou a ajudá-lo a guardar o corpo no banheiro, mas não teria participado no esfaqueamento. Na versão de Pedro, ele afirma que Fernanda o ajudou em toda ação delituosa, inclusive desferindo golpe de faca contra a vítima. O casal foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

LEIA TAMBÉM!