Polícia

Padre de Frutal-MG é condenado por estuprar menor deficiente em Caldas Novas-GO

Enviado por: Carolina Vilela 07/06/2017

A justiça de Caldas Novas-GO, condenou à pena máxima de 15 anos de prisão em regime fechado o padre mineiro Fabiano Santos Gonzaga, de 29 anos, que havia sido denunciado por estupro contra um adolescente de 15 anos que sofre deficiência mental moderada. O crime aconteceu dentro da sauna do clube de um hotel da cidade goiana, em junho de 2016. O caso corre em segredo de Justiça.

Segundo a delegada responsável pelas investigações, Sabrina Leles, o padre foi condenado pelo crime de estupro de vulnerável, pois a vítima não tinha como se defender.

A Arquidiocese de Uberaba, responsável pelo município de Frutal, ao qual o pároco pertencia, o afastou na época do fato.

Relembre o caso:

Padre de Frutal é detido suspeito de estuprar menor deficiente em Caldas Novas

 

Comentários...