ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

PC investiga se mulher mandou matar o marido no Carnaval, em Araguari

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

A Polícia Civil (PC) em Araguari investiga o caso do homicídio de Fabiano César Malaquias, de 37 anos, assassinado com 30 facadas. Ele estava saindo para trabalhar quando o autor chegou em uma motocicleta na Rua das Madeiras, Bairro Alan Kardec, e desferiu várias facadas no trabalhador.

Ele morreu no local. A polícia identificou e prendeu o principal suspeito do crime, Wesley. De acordo com o delegado Felipe Oliveira, o suspeito era amante da mulher da vítima. Isso levantou a suspeita de que Daniela possa estar envolvida na morte de alguma maneira. O inquérito policial foi encaminhado à justiça e Wesley indiciado por homicídio qualificado.

Após o assassinato surgiram comentários de que a mulher de Fabiano César seria possível mandante do crime. Ela, que morava com o marido nos fundos da casa da sogra, se mudou no mesmo dia do fato. O delegado já está investigando possível participação da mulher. Ela já prestou depoimento na época e, caso julgue necessário, o delegado irá intimá-la a depor novamente. Por enquanto ela não é procurada nem considerada foragida.

Eu tenho que trabalhar com neutralidade. A princípio ela é uma suspeita em virtude das informações que surgiram no último dia do prazo para concluir o inquérito. Essas informações são de que ela apresentou comportamento estranho, pareceu bem fria quando ficou sabendo que o Fabiano tinha morrido. E por ter se mudado da casa logo em seguida. São comportamentos que não são normais pra quem acabou de perder o marido, apesar de que o autor era amante dela. A gente vai apurar se ela tem envolvimento ou não“, disse o delegado Felipe Oliveira.

LEIA TAMBÉM!