PM apreende duas barras de maconha na casa de dono de bar morto a tiros no Santa Luzia

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Em continuidade às diligências sobre o homicídio do Valdeir Pereira Campos, de 25 anos, ocorrido no dia 22, em um bar no Bairro Santa Luzia, a Polícia Militar (PM) de Uberlândia levantou informações de que esta vítima pode estar relacionada com o tráfico de drogas. As informações são da própria PM. Ele era dono do bar onde ocorreu o crime.

Segundo testemunhas a morte de Valdeir pode estar ligada com a disputa por pontos de tráfico no Bairro Santa Luzia. Os militares foram até o apartamento em que Valdeir morava, na Rua Álvares de Azevedo, Bairro Lagoinha, onde denúncias indicavam que havia entorpecentes escondidos.

Valdeir residia em um apartamento no térreo. A porta da área de serviço estava destrancada e foram localizadas no imóvel duas barras grandes de maconha, uma balança de precisão e um pote contendo munições de diversos calibres, além de materiais para fração e embalagem da droga.

Todo o material foi levado para a delegacia da Polícia Civil para prosseguimento das investigações.

De acordo com a PM, o autor do homicídio é moreno escuro, alto, físico forte e usava óculos de grau, capacete aberto de cor preta e trajava camisa listrada preta com azul.  Após o fato, o autor fugiu pela Rua Ramiro Alves Rabelo.

A perita criminal realizou seus trabalhos e constatou 11 perfurações no corpo de Valdeir, três na nuca, seis no peito e um em cada braço. Foram recolhidos dez cápsulas deflagradas de calibre .380 e um aparelho celular pertencente à vítima. No estabelecimento comercial tem câmeras de monitoramento e a família da vítima foi orientada que assim em que tiver posse da filmagem do ocorrido entregar na delegacia.

LEIA TAMBÉM!