ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Polícia Civil de Uberlândia investiga estelionato envolvendo a venda de 2.400 sacas de milho em grãos

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

A Polícia Civil de Minas Gerais, através do 9° Departamento de Polícia Civil de Uberlândia, iniciou investigação visando apurar o crime de estelionato que vitimou Nelson Dias Ribeiro dia 17/03/2017, fato ocorrido no bairro Nova Uberlândia, conforme reds 2017-005750206-001.

Dando prosseguimento as investigações, a equipe de Policiais Civis composta pelos Investigadores Fernando e Cristiano, no dia 20/03/17 diligenciaram até a zona rural de Piedade de Ponte Nova/MG. Foi apurado que em uma Granja foram descarregados ambos caminhões da carga, avaliada em R$ 66.000.

A carga em destaque não foi recuperada, tendo todos os envolvidos no fato sido devidamente identificados. O arrendador dos caminhões, Ezequiel Batista Junior (dono da granja) não se fazia presente. Em conversa com seu funcionário William da Cruz Borges, o mesmo disse ter sido o responsável junto a Ezequiel Batista Junior pelo recebimento dos caminhões carregados no local. Para tanto, teria comparecido na granja os indivíduos Maurício Nunes Martins e Lauro Luiz de Gonzaga Netto para retirarem toda a carga de milho.

Durante depoimento de Ezequiel Batista Junior, Lauro Luiz de Gonzaga Netto ligou diversas vezes preocupado, pois havia adquirido 800 sacas de milho. A equipe da Polícia Civil de Uberlândia compareceu na Delegacia de Ponte Nova/MG, onde solicitou naquela Delegacia Regional o comparecimento da Pericia na granja, o que foi providenciado.

Os autores envolvidos compareceram na delegacia mencionada, tendo a Autoridade Policial local liberado os mesmos para ouvi-los em data a ser agendada. Os investigadores compareceram também na residência de Mauricio Nunes Martins, tendo sido informados por familiares dele que se ausentara desde a parte da manhã. O Delegado de Policia de Uberlândia Dr. Luiz Fernando Oliveira Lançoni, instaurou procedimento para dar seguimento às investigações.

LEIA TAMBÉM!