ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Policiais militares e outro homem são presos suspeitos de extorquir R$ 40 mil de vítima de furto

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Dois policiais militares de Uberlândia e um terceiro homem foram presos pela Polícia Civil da cidade em uma investigação pelo crime de extorsão. Pedro Henrique da Silva e os policiais Raister Botta e Bruno Aparecido Serafim, são suspeitos de extorquirem uma pessoa que teve o veículo furtado em fevereiro no estado de Goiás, apreendido e encaminhado para o pátio de recolhimento credenciado ao Detran aqui de Minas Gerais. Segundo a denúncia, eles teriam exigido R$ 40 mil da vítima para a devolução do veículo.

De acordo com as investigações, a vítima teve o caminhão furtado em Goiás. Os suspeitos teriam encontrado o veículo em Uberlândia e, pela placa, entraram em contato com o dono. Eles teriam ameaçado cortar o veículo caso a vítima não pagasse o valor exigido. Como o caminhão era segurado, o dono não teve interesse na oferta de restituição por R$ 40 mil. O corretor do seguro avisou à Polícia Civil, que combinou de encontrar com o homem que fazia as ligações para a vítima.

No celular do preso havia conversas com os policiais militares, comprovando que eles agiam juntos. “Os policiais (Raister e Bruno) teriam cobrado para restituir um veículo que foi legitimamente apreendido e encaminhado para o pátio de recolhimento credenciado ao DETRAN-MG, inclusive, com o investigado Pedro Henrique que se identificou como policial durante a extorsão”, disse o delegado responsável pelo caso, Daniel Azevedo. 

Os três suspeitos foram indiciados pelos crimes de receptação, corrupção ativa, concussão e associação criminosa, além da representação pela prisão preventiva e suspensão da função pública, desempenhada pelo cabo e o soldado. Os militares estão presos no presídio militar do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Bairro Santa Mônica.

 

LEIA TAMBÉM!