ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Rapaz que desenterrou caixão do irmão em Prata quer ajuda

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

O cemitério tinha acabado de ser fechado no final da tarde de domingo, 28. Foi quando Elderlandes Rosa, de 29 anos, pulou o muro dos fundos, andou por entre as sepulturas, até chegar no túmulo do irmão, Eri Erisberto Rosa, que morreu ano passado, aos 30 anos.

O rapaz quebrou a gaveta superior da sepultura com uma marreta e tirou o caixão. Em seguida saiu pelo muro da frente do cemitério. Ele foi visto e reconhecido por várias pessoas que estavam na rua e filmaram Elderlandes passeando pela cidade com o caixão sobre uma bicicleta.

O fato virou o assunto da cidade, caiu nas redes sociais e assustou quem presenciou tudo de perto.

O caso foi registrado pela polícia militar como vilipêndio de cadáver, crime com pena prevista de 1 a 3 anos de reclusão e pelo qual Elderlandes Rosa foi preso em flagrante.

Elderlandes rosa tem passagem pelo sistema prisional por tráfico de drogas, em 2014.

Ele foi ouvido pelo delegado de plantão, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberado. Nossa equipe procurou pelo rapaz que violou o túmulo do irmão, na casa onde ele mora sozinho, no Bairro Cruzeiro do Sul.

Mas encontramos o Elderlandes no cemitério. Ele disse ter ido conferir se tudo estava certo de novo. Meio assustado com a repercussão do caso na cidade e na internet, Elderlandes contou que violou o túmulo do irmão porque havia feito uma promessa a ele. Visivelmente transtornado emocionalmente, pediu ajuda.

Essa é uma promessa que eu tinha feito pra ele. Se ele morresse primeiro que eu, eu iria sair com ele na rua, nos lugares que ele gostava. Então a promessa foi cumprida e agora é manter a calma e seguir pra frente. Quem quiser rir de mim, brincar, pode fazer o que quiser. Eu penso desse jeito, o que eu tiver que fazer eu faço. Vou procurar ajuda, alguma coisa que possa me ajudar, porque se a pessoa não procurar ajuda não consegue fazer nada sozinha. Vou procurar psicólogo pra manter a calma e por a cabeça no lugar.”

Elderlandes é solteiro e mora sozinho há 10 anos, segundo ele.

O caixão foi enterrado na mesmo local e a sepultura já está sendo recuperada pela administração do cemitério.

Veja a matéria:

Homem desenterra caixão com restos mortais do irmão e passeia pela cidade de Prata-MG

Repórter: Carlos Vilela

https://www.youtube.com/watch?v=qZFJl75aCRA

 

https://www.youtube.com/watch?v=ed2UMNEdEqo

LEIA TAMBÉM!