ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Suposta quadrilha de roubo de gado é presa com arsenal de armas, R$ 2,5 milhões e dezenas de bovinos

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Quatro homens foram presos pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em grandes furtos e roubos de gado em propriedades rurais da região do Triângulo Mineiro e Pontal. Renato Leonel Oliveira, 40 anos, Wesley Roberto Pacheco, 36, Celso Pereira de Souza, 25, e Fabrizio Melo Oliveira, de 40, foram autuados pelos crimes de receptação, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo.

“É uma quadrilha grande. A gente acredita que tem até 12 pessoas envolvidas, mas com o trabalho irá continuar em Santa Vitória, com o apoio de Ituiutaba até que peguemos todos”, disse o delegado Carlos Fernandes.

Com eles foram apreendidas dezenas de cabeças de gado, um arsenal bélico composto por armas de fogo e munições diversas, R$ 2,5 milhões em cheques, duas caminhonetes, um caminhão boiadeiro e uma Saveiro.

As investigações das Polícia Civil de Ituiutaba, Santa Vitória e Prata tiveram início após o furto em uma fazenda no distrito de Chaveslândia, no último dia 9 de abril, onde foram subtraídos 180 bovinos, entre vacas e touros, levados de uma só vez para destino desconhecido. Destas, 62 foram recuperadas nesta região e 26 delas já estavam abatidas. As investigações continuam no município de Ituiutaba Para o transporte dos animais, o grupo teria utilizado pelo menos seis carretas do tipo boiadeiro.

Foram coletadas provas testemunhais e técnicas e o Ministério Público e Poder Judiciário rapidamente despacharam representações cautelares. A operação foi deflagrada na tarde de quarta-feira, 19, em três pontos distintos da cidade de Prata. Os quatro integrantes da organização criminosa foram presos em flagrante e diversas outras ações foram desencadeadas.

As fazendas

Na propriedade rural do investigado Fabrizio Melo Oliveira, que fica a cinco quilômetros de Prata, os policiais civis encontraram 34 bovinos subtraídos em Chaveslândia. No local foram localizados os investigados Renato Leonel Oliveira, Celso Pereira de Souza e Wesley Roberto Pacheco, demonstrando total vínculo entre eles.

Concomitantemente, outra equipe se deslocou para outra propriedade rural de Fabrizio, distante aproximadamente 70 quilômetros de Prata, onde encontrou o suspeito e ali efetuou a prisão em flagrante dele. Foram localizados dois touros, também subtraídos da fazenda, além de uma espingarda calibre .22 e centenas de munições do mesmo calibre.

Já na residência de Fabrizio, os policiais civis encontraram um verdadeiro arsenal bélico, alocados em vários compartimentos falsos. Foram localizados dois revólveres calibre .38 e .22, duas pistola calibre .380 e .22, nove espingardas de calibre 12, 16, 20, 22, 28, 38, 40 e 44, além de 360 munições intactas e aproximadamente 300 munições deflagradas.

Ainda foram apreendidos um veículo VW/Saveiro, duas caminhonetes e um caminhão boiadeiro, que estariam sendo utilizados pelo grupo. Talões de cheques e R$ 2,5 milhões em cheques foram apreendidos. As investigações continuam no intuito de apontar os demais envolvidos na associação criminosa, sendo que novas diligências estão em andamento e a qualquer momento outros suspeitos podem ser presos.

LEIA TAMBÉM!